Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

São Bernardo fecha 2020 com instalação de mais de 10 mil lâmpadas LED

Programa Mais Luz alcançou 90% das principais vias; investimento foi de R$ 14 milhões. Foto: Gabriel Inamine/PMSBC
Programa Mais Luz alcançou 90% das principais vias; investimento foi de R$ 14 milhões. Foto: Gabriel Inamine/PMSBC

O programa Mais Luz, desenvolvido pela Prefeitura de São Bernardo, trocou 10.446 lâmpadas LED em 90% das principais vias da cidade no ano passado. Entre os logradouros contemplados estão as Avenidas Lucas Nogueira Garcez, Piraporinha, Álvaro Guimarães, Caminho do Mar, Do Taboão, Dr. Rudge Ramos e Estrada Galvão Bueno (até o Parque Los Angeles), entre outras.

Para o prefeito Orlando Morando, a modernização do parque de iluminação da cidade era necessária. “Trata-se de um investimento muito importante feito pelo nosso governo. Priorizamos as principais vias da cidade por receberem um grande fluxo de veículo e de pessoas. Além de gerar mais economia ao município, proporcionará a distribuição mais uniforme da iluminação, bem como mais segurança à população durante à noite”, disse.

Outras vias da cidade também foram contempladas como a Rua Marechal Deodoro, as avenidas Brigadeiro Faria Lima, Lauro Gomes, Senador Vergueiro, Robert Kennedy, Capitão Casa e as Estrada dos Alvarenga e dos Casas, bem como o Batistini e o Parque Selecta. O investimento feito pela prefeitura é de R$ 14 milhões.

MAIS EFICIÊNCIA

As lâmpadas LED são mais econômicas por entregar mais energia com consumo menor, diminuindo os custos com a iluminação pública. A previsão de economia é de R$ 1,8 milhão por mês. A luminária acende e reacende imediatamente quando acionada. Essas lâmpadas não possuem metais pesados e não poluem o meio ambiente, por isso, não necessitam de cuidados especiais para descarte.

O LED tem controle óptico que garante que a luz ilumine o lugar desejado, fornecendo uma luz mais uniforme e com menos “zebramento”. Com duração quatro vezes maior que a lâmpada de vapor metálico, a LED diminui conside­ravelmente a necessidade de manutenção e, consequente­mente, o custo envolvido no processo. (Reportagem Local)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*