Copa Paulista, Esportes

São Bernardo encara nova decisão contra o Olímpia no 1º de Maio

São Bernardo encara nova decisão contra o Olímpia no 1º de Maio
Luiz Felipe: “Será uma decisão e sabemos que temos que manter a mesma postura”. Foto: Divulgação/SBFC

O São Bernardo entra em campo nesta quarta-feira (17), às 15h, diante do Olímpia em mais uma decisão na Copa Paulista. Para seguir lutando pela classificação a terceira fase, o Tigre precisa passar pelo adversário no Primeiro de Maio.

A equipe do ABC soma quatro pontos, três atrás do rival desta tarde. A liderança pertence à Ferroviária (nove), que visita o Juventus (dois), no mesmo horário, na Rua Javari, na Capital.

Somente a vitória interessa ao São Bernardo – que, com os três pontos, decidirá seu futuro na competição contra a Ferrinha no próximo sábado, em Araraquara.

“Será uma decisão e sabemos que temos de manter a mesma postura (da vitória sobre o Juventus, no sábado). Precisamos estar concentrados a todo momento e não vacilar”, avaliou o meia Luiz Felipe, um dos destaques nos 3 a 0 sobre o Moleque Travesso.

Acostumado a fazer gols e dar alegrias ao torcedor, o atacante Careca ainda não balançou as redes nesta que é a sua terceira passagem pelo São Bernardo. Porém, o atacante foi fundamental na conquista dos três pontos no jogo contra o Juventus ao participar de dois dos três gols.

“É claro que todo atacante quer fazer gols. Todo atacante se cobra muito e eu, principalmente, me cobro muito. Só que em toda a minha carreira eu procurei ser obediente taticamente. Estou me movimentando e dando espaço aos meias, pensando na vitória do grupo”, avaliou Careca.

Um problema físico também atrapalhou o planejamento de Careca e da comissão técnica, o que atrasou sua recuperação de ritmo de jogo.

“Dentro da programação, eu estaria em um melhor condicionamento na partida contra o Água Santa (em Diadema), mas tive um problema e fiquei fora de alguns jogos. Consegui chegar ao ritmo ideal nessas duas partidas contra o Juventus, nas quais estive mais solto e pude realmente jogar dentro do ritmo dos companheiros”, lembrou.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*