Brasileirão, Esportes

Santos vê pouca chance na permanência de Gabigol para 2019

O presidente do Santos, José Carlos Peres, voltou a falar em tom pessimista sobre as chances de o atacante Gabriel Barbosa, 22 anos, permanecer no próximo ano.

Com contrato de empréstimo até o fim do ano, segundo o cartola, o clube não tem como renovar o empréstimo com os valores que a Inter de Milão pede na negociação.

“Os chineses (que controlam a Inter) pagaram (o equivalente a) R$ 88 milhões pelo Gabriel. Se dividir pelas quatro temporadas são R$ 22 milhões cada. Eles já perderam uma temporada. Agora, se você conseguir tirar mais R$ 22 milhões, eles perderão metade do contrato. É o grande bloqueio que encontramos”, afirmou Peres após o sorteio dos grupos do Paulistão de 2019, realizado na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF), na Capital.

Apesar de o caminho ser complicado, o dirigente disse que o clube ainda estuda a viabilidade financeira do reempréstimo. “Não vamos desistir, vamos continuar tentando, mas é importante dizer que é muito difícil tirar esse jogador da Inter para o ano que vem”, disse o presidente.

Com o gol diante do Inter, Gabigol subiu para 15 e aumentou a liderança na artilharia do Brasileiro.

Se a permanência de Gabigol está complicada, o presidente do Santos disse que o clube está perto do acordo com o lateral esquerdo Dodô. “Só falta acertar os detalhes contratuais com o jogador”, afirmou Peres.

Apesar da boa fase do time no segundo turno do Campeonato Brasileiro, dirigente e o técnico Cuca já trocaram diversas farpas publicamente. Na última delas, Cuca reprovou o palpite do presidente em relação à escalação da equipe. Isso porque, na semana passada, o mandatário disse que o costarriquenho Bryan Ruiz joga fora de posição e, por isso, não rende o seu melhor futebol.

Peres diz que já se entendeu com Cuca e até elogiou a preleção do treinador antes do empate contra o Internacional por 2 a 2 na última segunda-feira (22), em Porto Alegre. Por fim, o dirigente ainda prometeu que montará o time que o treinador pedir para a próxima temporada.

“No segundo turno, somos o segundo (colocado). Se tivéssemos ido bem na primeira parte estaríamos entre os dois, três primeiros. Eu me entendi bem com o Cuca. É sempre bem resolvido. Família é família. A relação é ótima. É um grande treinador, fez grande preleção ontem (segunda). Quanto mais você assiste mais você tem certeza. Ele manda no time. Vamos montar o time do Cuca, que vai ficar com a gente”, disse Peres.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*