Esportes, Futebol, Libertadores

Santos tenta retomar bom futebol contra o Santa Fe

Ricardo Oliveira busca 11º gol na Libertadores pelo Santos. Foto: Ivan Storti/Santos FCO Santos teve mais de uma semana para se refazer do tombo no Paulistão.  Ontem (18), nove dias depois de cair diante da Ponte Preta, nos pênaltis, a equipe de Dorival Júnior desafiará o Santa Fe, em Bogotá, às 21h45 (de Brasília), para se manter na liderança do Grupo 2 da Copa Libertadores e esquecer de uma vez o trauma causado pela eliminação no Estadual.

“Estamos tranquilos. Sabemos que ficamos fora do Paulista, mas ainda temos muito futebol para disputar. Queremos lutar até o final por uma conquista grande”, disse o atacante Copete.

Colombiano, o camisa 18 sabe que o Santa Fe é um dos maiores clubes de seu país. Nove vezes campeão nacional – atrás de Atlético Nacional, com 15; Millionarios, 14; e América de Cali, 13 –, os Cardeais já faturaram a Sul-Americana em 2015 e têm duas semifinais de Libertadores no currículo, em 1961 e 2013.

No país andino, o clube de Bogotá se orgulha de ser o primeiro campeão, título conquistado em 1948.

“É um dos maiores clubes da Colômbia. É muito difícil jogar na casa deles, pois a torcida empurra muito. Costumam dar prioridade ao toque de bola e sempre jogam de maneira bem ofensiva, parecido com o estilo do Santos”, reconheceu Copete. O técnico Dorival Júnior concorda: para ele, é o adversário mais difícil do grupo.

Se vencer o Santa Fe, o alvinegro terminará o primeiro turno na liderança, com sete pontos. Por outro lado, será ultrapassado pelo adversário se cair no El Campín.

“Sabemos da dificuldade de uma Libertadores, mas queremos somar pontos fora. É uma competição diferente. Vamos buscar a vitória, pois será um grande passo para garantir nossa classificação. Entrega e dedicação não faltarão”, assegura o atacante Ricardo Oliveira.

Autor de dez gols pelo Peixe na Libertadores, o centroavante busca o 11º para igualar Coutinho e se aproximar de Robinho, Neymar (ambos com 14) e Pelé (16). “Tenho a esperança de voltar a balançar a rede e fazer um grande jogo”, afirmou.

O zagueiro Cleber foi barrado mais uma vez por Dorival Júnior. Sequer viajou para a Colômbia. Oficialmente, Cleber está fora por opção da comissão técnica, mas essa não é a história completa. Responsável pela decisão, Dorival deixou escapar que o atleta tem um problema sério no joelho.

 

SANTA FE x SANTOS

Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina). Estádio: El Campín, em Bogotá, às 21H45 (Sportv).

SANTA FE

Castellanos; Arboleda, Moya, Urrego e Mosquera; Roa, Perlaza, Gordillo e Gómez; Arango e Stracqualursi. Técnico: Gustavo Costas.

SANTOS

Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Thiago Maia, Renato, Lucas Lima e Vitor Bueno; B.Henrique e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*