Esportes, Futebol

Santos quer demissão de chefe da arbitragem

Modesto Roma: “Só posso pedir a expulsão desse árbitro”. Foto: Divulgação/Santos FC

Indignado com a arbitragem polêmica de Rodrigo Batista Raposo na derrota do Santos para o Internacional por 2 a 1, o presidente Modesto Roma ligou para o mandatário da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, e pediu a demissão de Sérgio Corrêa, presidente da comissão de arbitragem da entidade.

“Queremos a exclusão deste árbitro (do quadro da CBF) e também pedimos a demissão do Sérgio Corrêa. Falei com o presidente Marco Polo Del Nero por telefone hoje (ontem). Terça-feira vou fazer o pedido novamente, pois terça-feira eu estarei na CBF”, revelou Modesto Roma à reportagem.

O mandatário santista também alega que o Santos não pediu efeito suspensivo para colocar o meia Lucas Lima em campo no clássico contra o Corinthians, amanhã (11), às 16h, na Vila Belmiro, em confronto válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Não fizemos (o pedido de efeito suspensivo). Discutimos isso com nosso advogado. Ele entende que não tem como fazer o pedido, pois o erro foi de fato e não de direito”, explicou o presidente.

Revolta

Modesto Roma, o técnico Dorival Júnior e os jogadores estão revoltados com a arbitragem de Rodrigo Batista Raposo. O juiz expulsou Lucas Lima ainda no primeiro tempo por retardar o jogo na derrota do Santos para o Internacional por 2 a 1, em Porto Alegre.

O dirigente santista pediu a exclusão de Rodrigo Raposo do quadro de árbitros da CBF e ainda cobrou punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Em entrevista coletiva concedida ontem (9), na Vila Belmiro, Modesto Roma chegou a dizer que o árbitro tem um mercadinho em Brasília e perguntou quem era o “padrinho” do árbitro.

“Quem é o amigo desse cidadão? Quem é o padrinho? É de Brasília, né? Quem falou que esse cidadão sabe apitar? Quem deixa uma pessoa dessa debutar profissionalmente na arbitragem? A única coisa que posso pedir ao Rodrigo é a exclusão do quadro de árbitros. Não posso pedir diferente. Só posso pedir a exclusão dele”, afirmou Modesto Roma.

A arbitragem contra o Inter também prejudicou o Santos para o clássico contra o Corinthians, domingo, na Vila Belmiro. Além da expulsão de Lucas Lima, o atacante Ricardo Oliveira e o lateral direito Victor Ferraz receberam o terceiro cartão amarelo e desfalcam o time contra o arquirrival em um jogo decisivo – o Timão é o quarto colocado e o alvinegro praiano está uma posição abaixo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*