Brasileirão, Esportes

Santos poupa três titulares e só empata no Pacaembu

O Santos, de Lucas Lima, teve atuação fraca no Pacaembu. Foto: Ivan Storti/Santos FCO Santos teve o apoio de sua torcida e o domínio territorial, mas apenas empatou com o Fluminense por 0 a 0, ontem (14), no Pacaembu, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O empate impediu a equipe de se aproximar do líder Corinthians. Agora com 36 pontos, o time está 11 pontos atrás do arquirrival, que teve seu jogo contra a Chapecoense adiado para o dia 23.

Apesar de o resultado ficar aquém do esperado, o Santos manteve a invencibilidade no Pacaembu. O time não perde no estádio desde abril de 2014, quando foi derrotado pelo Ituano por 1 a 0, na primeira partida da final do Paulista. Desde então, obteve 22 vitórias e dois empates.

Em 2016, quando foi vice-campeão brasileiro, o clube tinha a mesma pontuação nesta altura do campeonato. Desta vez, porém, ocupa a terceira colocação – o Grêmio é o vice-líder com 39 pontos.

Aliás, os resultados da 20ª rodada beneficiaram o Corinthians. Dos seis primeiros colocados, apenas o Atlético-PR conseguiu triunfar. O time paranaense estava em oitavo lugar antes de a bola rolar.

Sport, atualmente em quinto; e Palmeiras, quarto, apenas empataram com Ponte Preta e Vasco, respectivamente. O Grêmio foi derrotado pelo Botafogo.

Apesar da possibilidade de se aproximar do Corinthians, o técnico Levir Culpi poupou três titulares: David Braz, Bruno Henrique e Copete.

O time santista não conseguiu criar muitas chances de gol apesar da posse de bola.

Na etapa inicial, a equipe ameaçou em chutes de Léo Cittadini e Lucas Lima. No segundo tempo, o time não conseguiu chegar ao gol e tomou um susto com Wendel, que acertou a trave.

Empate

Levir Culpi comemorou o empate sem gols. Questionado no programa Bem Amigos, do SporTV, sobre se a equipe santista ganhou um ponto ou perdeu dois, o treinador valorizou o ponto conquistado em casa.
Além disso, Levir assumiu a responsabilidade pelo resultado ao lembrar os três titulares que foram poupados, além de mais três alterações no segundo tempo.

“Marcamos um ponto. O Fluminense equilibrou no 2º tempo. Levo minha responsabilidade por trocar três jogadores e mais três, pois perdemos o equilíbrio”, disse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*