Uncategorized

Santos poupa Levir e culpa elenco por eliminação

Clube se irritou com reclamação de Ricardo Oliveira. Foto:  IvanStorti/Santos FCApós a eliminação do Santos na Copa Libertadores, na Vila Belmiro, para o Barcelona-EQU, o clima deve esquentar fora de campo, principalmente entre diretoria e elenco. Segundo a reportagem apurou, os dirigentes santistas pouparam o técnico Levir Culpi e culparam alguns jogadores pela queda na competição continental.
Parte da cúpula santista avalia que Ricardo Oliveira e companhia tiraram o foco do campo no duelo contra os equatorianos ao reclamar da diretoria por conta da logística da viagem para Guayaquil, na semana passada.

Os dirigentes ainda não externaram o assunto aos atletas, mas conversaram entre eles para avaliar a desclassificação. A maioria poupou o técnico Levir Culpi, com algumas ponderações sobre a escalação. A cúpula santista descarta, inclusive, a demissão do técnico.

Unanimidade mesmo foi a bronca com alguns jogadores do elenco. Para os dirigentes, alguns atletas causaram polêmica desnecessária e “apagaram” até o brilho do bom resultado conquistado no Equador (1 a 1). Lembram, aliás, que o Palmeiras perdeu o jogo de ida lá, nas oitavas.

“Entendo que poderia ter sido bem melhor do que foi (a logística). Conversamos a respeito disso com a diretoria e posso falar, não em meu nome, mas em nome de todo o grupo. Sentimos bastante essa viagem. A gente sabe e entende da dificuldade do clube, mas acho que, numa competição tão desejada como a Libertadores, e a gente brigando também no Brasileiro, um esforço de todo mundo seria bem vindo”, afirmou Ricardo Oliveira após o empate com o Barcelona em Guayaquil.

Os dirigentes avaliam que os atletas que reclamaram não reagiram em campo no jogo de volta, mesmo com o descanso no fim de semana. Levir Culpi poupou todos os titulares contra o Botafogo, no sábado, no Rio, com exceção de Vanderlei.

Alegam ainda que o Barcelona fez o mesmo itinerário para jogar no Brasil, com escala em Bogotá. O time também não dormiu direito, pois a torcida santista soltou rojões em frente ao hotel onde estavam hospedados.

Bruno Henrique

Nos minutos finais da partida do Santos contra o Barcelona-EQU, na quarta-feira, o atacante Bruno Henrique perdeu a cabeça, cuspiu na cara do meia rival Damían Díaz e foi expulso.

Um dia depois, o atleta se mostrou arrependido e usou o Instagram para pedir desculpas à torcida, ao elenco santista e, claro, a Díaz.

“Ainda chateado com a eliminação, venho aqui pedir desculpas pela minha atitude. Aos meus companheiros, aos torcedores e, principalmente, ao jogador do Barcelona com quem me desentendi. No calor do momento, cometi grande erro ao cuspir em um adversário”, escreveu.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*