Esportes, Paulistão

Santos aproveita a ineficiência do Botafogo nos pênaltis e avança à semifinal do Paulista

Santos aproveita a ineficiência do Botafogo nos pênaltis e avança à semifinal do Paulista
O Santos de Dodô teve nova atuação apagada na Vila. Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos contou com a ineficiência do Botafogo para se classificar para a semifinal do Campeonato Paulista. Após repetir o placar do primeiro jogo e empatar por 0 a 0 na Vila Belmiro, ontem (21), o alvinegro viu o rival chutar três vezes para fora nas cobranças de pênalti. A equipe avançou para a próxima fase com um placar de 3 a 1.

Apesar da classificação, o empate no tempo normal ampliou a sequência de resultados ruins do Santos na Vila Belmiro. Nos outros quatro duelos que fez no estádio neste ano, a equipe venceu duas vezes e perdeu outras duas.

Outro aspecto negativo foi o público. Pouco mais de 6 mil torcedores foram ao estádio. O presidente do Santos, José Carlos Peres, já declarou que pretende aumentar a frequência de jogos no Pacaembu para aumentar a arrecadação.

O técnico Jair Ventura repetiu pela primeira vez a escalação titular do Santos neste ano. Porém, assim como no primeiro jogo, faltou criatividade para a equipe alvinegra.

As cobranças de pênalti foram um retrato preciso do que foi o jogo no tempo normal. Pelo Santos, Vitor Bueno teve seu chute defendido pelo goleiro, enquanto Lucas Veríssimo cobrou para fora. No Botafogo, Bruno Mores, Dodô e Willian Oliveira bateram para fora.

Gabriel, Diogo Vitor e Arthur Gomes converteram os pênaltis para o Santos. Jheimy foi o único jogador do Botafogo a acertar o alvo.

 

SANTOS 0 (3) X 0 (1) BOTAFOGO

Ár­bi­tro: Leandro Bizzio Marinho. Renda: R$ 166.630 (6.209 torcedores). Estádio: Vila Belmiro, em Santos, ontem à noite.

SANTOS

Vanderlei; Daniel Guedes, David Braz, Lucas Veríssimo, Dodô; Cittadini, Alison, Jean Mota (Diogo Vitor); Rodrygo (Arthur Gomes), Sasha (Vitor Bueno), Gabriel. Técnico: Jair Ventura.

BOTAFOGO

Tiago; Marcos Martins, Naylhor, Plínio (Carlos Henrique), Mascarenhas; Willian Oliveira, Diones, Lucas Taylor (Jheimy), Danielzinho (Cafu), Dodô; Bruno Moraes. Técnico: Leo Condé.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*