Últimas Notícias

Santo André vacina mais de 33 mil jovens em balada de imunização contra a covid-19

Atração ocorreu entre sexta e domingo e foi destinada a pessoas com mais de 18 anos que receberam a primeira dose de imunizante. Foto: Angelo Baima/PSA
Atração ocorreu entre sexta e domingo e foi destinada a pessoas com mais de 18 anos que receberam a primeira dose de imunizante. Foto: Angelo Baima/PSA

Neste final de semana, a Prefeitura de Santo André criou um clima de balada para vacinar os jovens contra a Covid-19. Entre sexta-feira (13) e domingo (15), os sete drive-thrus da cidade foram palco de muita descontração, com a participação de DJs e iluminação especial. Os munícipes puderam curtir as atrações de dentro do carro, respeitando os protocolos sanitários e sem promover aglomeração.

Nos três dias os drive-thrus funcionaram em horário estendido, das 8h às 22h, totalizando 42 horas de vacinação de sexta a domingo. Além de aplicar a primeira dose em moradores de 18 a 24 anos, Santo André aplicou no final de semana a segunda dose para munícipes de 30 a 36 anos sem comorbidades que tomaram Coronavac. Ao todo 33.369 pessoas foram vacinadas de sexta a domingo, sendo 20.908 aplicações de primeira dose de 18 a 24 anos e 12.456 segundas doses de 30 a 36 anos.

“Santo André assumiu a liderança da vacinação na região. Um desempenho que nos anima, pois nos coloca cada vez mais perto de chegar aos 100% de adultos vacinados com, pelo menos, a primeira dose. Estamos iniciando a vacinação teen, que amplia a proteção à nossa gente. Logo, todos os andreenses estarão imunizados”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

Com 758.022 doses aplicadas, Santo André já vacinou 97% da população adulta com pelo menos uma dose de vacina contra a Covid-19.

Adolescentes – A Prefeitura de Santo André abriu agendamento para vacinação de munícipes de 16 e 17 anos com comorbidades, gestantes, puérperas ou pessoas com deficiência. É necessário realizar agendamento pelo site psa.santoandre.br/vacinacovid, que indicará data, local e horário disponíveis. A lista de comorbidades está disponível no link http://tiny.cc/clcxtz.

Gestantes e puérperas precisam apresentar relatório médico. No caso de comorbidades as regras são as mesmas que para os munícipes acima de 18 anos, ou seja, basta levar relatório médico ou receita que comprove a condição.

Munícipes com deficiência permanente devem apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório ou prescrição médica.

Doação de alimentos – As pessoas agendadas para receber a imunização podem levar 1 kg de alimento não perecível para doar nos pontos de vacinação e drive-thru da cidade. Essa ação contribuirá com a iniciativa do Fundo Social de Solidariedade, presidido voluntariamente pela primeira-dama Ana Carolina Barreto Serra, que está recebendo doações.

Os itens arrecadados são destinados ao Banco de Alimentos, que faz a entrega para as famílias em situação de vulnerabilidade.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe eu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*