Esportes, Futebol, Paulistão

Santo André só empata com a Ponte Preta e se complica

Andreenses comemoram o gol de Cicinho no Brunão. Foto: Jales Valquer/Fotoarena/FolhapressEm um jogo bastante movimentado, Santo André e Ponte Preta empataram por 3 a 3 ontem (21) à tarde no Brunão, pela décima rodada do Campeonato Paulista. O placar foi comemorado porque o gol que livrou o Ramalhão da derrota saiu nos acréscimos do segundo tempo, mas o time do ABC segue perigosamente próximo da zona do rebaixamento.

Com o empate, o Santo André subiu para 11 pontos, acima de São Bento (10), São Bernardo (9), Ferroviária (8) e Audax (8) – os dois últimos colocados caem para a Série A2 no próximo ano. No Grupo C, o time é o terceiro.

A Ponte, por sua vez, chegou a 16 pontos e lidera o Grupo D, mas pode ser superada por Mirassol (14) e Santos (13), que jogam hoje.

A partida foi eletrizante desde os primeiros minutos. Clayson quase abriu o placar para a Macaca aos quatro e, aos sete, o Ramalhão fez o seu. Dudu Vieira cruzou pela direita e Henan cabeceou para o gol, colocando os mandantes em vantagem.

O Santo André não teve muito tempo para comemorar, já que a Ponte empatou logo na sequência, aos nove minutos. Élton recebeu passe pelo lado direito e tocou para Lucca completar no fundo do gol de Zé Carlos.

O jogo seguiu movimentado. Clayson e Lucca, para a Ponte, e Renato, para o Ramalhão, desperdiçaram boas chances no primeiro tempo.

A Macaca voltou melhor para a segunda etapa e desperdiçou oportunidade com Pottker, mas foi o Santo André que mudou o placar. Serginho foi lançado em velocidade pelo lado direito e chutou cruzado. A bola desviou em Jeferson e entrou no gol.

Porém, dois vacilos da defesa dos mandantes permitiram a virada do time campineiro. No primeiro, aos 21 minutos, a Ponte fez a ligação direta para o ataque, o zagueiro Diogo Borges tentou o recuo de cabeça para Zé Carlos e a bola entrou no gol. Aos 23, em outro “chutão”, Clayson recebeu pela direita e arrematou para o gol. Zé Carlos espalmou e, na sobra, Pottker bateu firme e fez o terceiro.

Quando tudo parecia perdido, Cicinho empatou para o Santo André, aos 45 minutos.

 
SANTO ANDRÉ 3 X 3 PONTE PRETA

Gols: Henan, aos sete, e Lucca, aos nove do 1º tempo. Jeferson (contra), aos 14; Diogo Borges (contra), aos 21; Pottker, aos 23, e Cicinho, aos 45 minutos da 2ª etapa. Árbitro: Raphael Claus.  Estádio: Bruno José Daniel, em Santo André, nesta terça-feira à tarde.

SANTO ANDRÉ

Zé Carlos, Dudu Vieira (Cicinho), Reniê, Diogo Borges e Aelson, Renato, Tiago Ulisses (David), Serginho e Claudinho, Henan e Fernando Neto (Garré). Técnico: Sérgio Soares.

PONTE PRETA

Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Yago e Jeferson, Fernando Bob, Matheus Jesus (Yuri), Élton, Lucca, Clayson (Fábio Braga) e Pottker (Erick Salles). Técnico: João Brigatti (interino).

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*