Economia, Notícias

Santo André realiza mutirão online de renegociação de dívidas

S.André realiza mutirão online de renegociação de dívidas
Procon Santo André está fechado para atendimento presencial. Foto: Angelo Baima/PSA

O Procon de Santo André, juntamente com a Associação Brasileira de Procons (ProconsBrasil) e a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), realiza mutirão virtual de renegociação de dívidas. A iniciativa, que visa promover condições para que consumidores possam reequilibrar as contas da casa e evitar a negativação com ins­tituições financeiras, começou nesta segunda-feira (15) e vai até 31 de março exclusivamente pela internet, por meio da plataforma de solução de conflitos www.consumidor.gov.br.

“Em comemoração aos 30 anos do Código de Defesa do Consumidor, o Procon de Santo André, em parceria com ProconsBrasil e Febraban, realiza um mutirão online de negociação de dívidas, visando fechar acordos e parcelamentos acessíveis para os consumidores. O mutirão online permite aos consumidores negociar seus débitos e voltar a ter crédito em um momento em que muitos consumidores per­deram empregos ou sofreram redução de salário, dificultan­do a manutenção do pagamen­to de suas contas em dia”, afir­mou a dirigente do Procon Santo André, Doroti Cavalini.

Após ser acionada pelo Procon de Santo André, a ProconsBrasil vai programar com a Febraban a adesão das instituições financeiras, buscando viabilizar condições favoráveis ao pagamento, ao ajuste do valor das parcelas, à periodicidade dos pagamentos, à redução de juros e multas, ou mesmo condições para a quitação do débito que o cidadão tenha com uma instituição financeira.

MUTIRÃO

Para participar do mutirão online, basta o consumidor fa­zer o registro na plataforma www.consumidor.gov.br. Após cadastro, receberá login e senha. Nesse momento, o usuário relatará seu proble­ma, devendo informar que deseja participar do mutirão de renegociação de débitos.

Após finalizar o registro, o banco ou instituição financeira tem o prazo de 15 dias para apresentar uma proposta ou resposta para o consumidor.

No momento do preenchimento do registro, é impres­cindível que o consumidor informe corretamente seus telefones e e-mail para contato, pois esses dados facilitarão o atendimento por parte de bancos e instituições financeiras participantes.

Terminado o prazo de 15 dias para resposta, o consumidor passa a ter prazo de 20 dias para avaliar o retorno dado pela empresa e se a resposta foi satis­fatória.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*