Minha Cidade, Santo André, Sua região

Santo André entrega imóveis a famílias que estavam no aluguel social

Serra: “a entrega das chaves recupera a dignidade das famílias que estavam na fila”. Foto: Alex Cavanha/PSAA Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária, entregou na tarde desta terça-feira (1º) as chaves de moradias para oito famílias que se encontravam em aluguel social.

Os locais, que pertencem à Emhap (Empresa Municipal de Habitação Popular de Santo André), estavam sendo utilizados de forma irregular por outras famílias, que haviam colocado os apartamentos para aluguel, desvirtuando a finalidade destes imóveis.

Até então, existiam 55 imóveis identificados nestas condições na gestão anterior, mas que estavam com os processos parados. Na atual administração, os processos foram retomados e a prefeitura já fez a reintegração de 14 locais, sendo três lotes e 11 apartamentos. Os espaços então foram destinados às famílias que estão há mais tempo na fila do aluguel social. Na cerimônia, apenas oito chaves foram entregues pelo fato das outras seis estarem com pendência na entrega de documentação. Em caso de sucesso nos 55 processos, a prefeitura poderá economizar cerca de R$ 300 mil por ano em aluguel social.

Segundo o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), a entrega das chaves recupera a dignidade das famílias que estavam na fila. “Não é justo a cidade fazer esforço para habitação social e ver o uso dela sendo distorcido, enquanto aqueles que realmente precisam não têm acesso ao que é produzido. O que fizemos é dar justiça para essas pessoas e cumprimos as decisões judiciais. A agilidade que fizemos foi para privilegiar os que mais precisam e fomos justos”, disse Paulo Serra.

Os imóveis construídos pela Emhap ou pela Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária têm a finalidade estritamente social, com a obrigação de fornecer casa própria aos munícipes que se encontram em situação precária de moradia, reduzindo o déficit habitacional da cidade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*