Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

S.Bernardo quer zerar fila de exames e consultas em 120 dias

A Prefeitura de São Bernardo quer zerar em até 120 dias a fila de espera de exames e consultas existente na Saúde pública do município, de mais de 70 mil demandas. Para atin­gir a meta, anunciou programa que contempla a otimização da rede e o estabelecimento de parcerias com clínicas particulares, a fim de aumentar a capacidade de atendimento.

Chamado de “Saúde Prioridade”, o programa foi lançado ontem (30) pelo prefeito Orlando Morando (PSDB) e pelo secretário de Saúde, Geraldo Reple Sobrinho, durante evento realizado na clínica DunaCor, localizada no Centro. O estabelecimento receberá demandas de exames car­diológicos e vasculares.

Parcerias também foram firmadas no âmbito do programa com a Santa Casa de Misericórdia, Associa­ção Pau­­­lista de Medicina (APM) e com a clínica Fluxo SS, en­tre outras, credenciadas pela Fun­dação do ABC (FUABC)
Um pré-requisito para a adesão é que os estabelecimentos aceitem ser remunerados pe­­la Tabela SUS, adotada pelo Sistema Único de Saúde como referência pa­ra o pagamento de serviços prestados à rede pública.

Segundo o prefeito, o programa custará R$ 2 milhões aos cofres do município. “A prioridade é zerar todas as demandas. Há casos de munícipes que aguardam há três, quatro anos por um procedimento”, disse Morando, ao ar­gumentar que há ociosidade na rede privada, de­vido à perda de usuários nos últimos anos, em função da crise.

Atualmente, segundo o prefeito, a rede de Saúde de São Bernardo custa R$ 1 bilhão anuais, dos quais pouco mais da metade é coberta pelo SUS e o restante – cerca de R$ 37 milhões anuais – sai dos cofres do município.

O programa contemplou ainda a reorganização das agendas de cerca de mil mé­dicos, a fim de ampliar a ofer­ta de consultas, e a contratação de 50 profissionais, da meta de 300 que Morando estabeleceu até o fim do mandato.

Como funciona

Os estabelecimentos vão oferecer atendimento médico gratuito aos munícipes, em horário comercial. Se houver necessidade haverá abertura de agendas extras.

O paciente receberá uma ligação e será informado sobre os dados de seu agendamento (data, horário, local). Também será orientado a pro­­curar uma Unidade Básica de Saúde (UBS), para retirar a guia de atendimento a ser entregue no local da consulta.

Segundo a prefeitura, a fila de demandas do município é composta de 49.575 consultas e 21.051 exames. “As especialidades mais represadas são cardiologia, ortopedia, oftal­mologia e der­matologia”, dis­se o secretário, ao destacar que a ideia é zerar a fila sem deixar de atender quem entra no sistema.

O programa teve início no último sábado, com a realização de mutirão no Hospital Anchieta para demandas vasculares. Foram realizados 800 atendimentos. Outro mu­tirão será realizado no dia 8, na área da saúde bucal.

Concessionária

Morando  vai sancionar hoje (31) a lei que visa autorizar o município a cobrar das concessionárias de rodovias que cortam a cidade as despesas médicas e hospitalares decorrentes de acidentes ocorridos nessas estradas.

O projeto de lei encaminhado pelo Executivo foi aprovado por unanimidade na Câmara na sessão da última quarta-feira. O texto estabelece ainda que as empresas que administram as rodovias somente serão isentas do pagamento quando a vítima for moradora de São Bernardo.

“Estou fazendo valer o dinheiro do povo de São Bernardo. O SUS (Sistema Único de Saúde) não financia integralmente a Saúde do município. Por isso, precisamos ter o critério de privilegiar quem é da cidade”, disse Moran­do, destacando que a prefeitura vai criar até o fim deste ano um cartão para dar prio­ridade de atendi­mento aos munícipes.

um comentário

  1. Angel Alberto Pereira Bascoy

    Bom dia fiz pequena cirirgia,para retirafa de verrugas nas costas
    O medico me disse que tinha mais para retirar,o procedimento foi feito na policlinica na Armando Italo Sete
    Quanto vou ter que aguardar.sem mais agradeco Angel Alberto Pereira Bascoy

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*