Minha Cidade, Santo André, Sua região

S.André solicita ao Estado instalação de restaurante Bom Prato na Vila Luzita

Paulo Serra e Pesaro ajudaram a servir refeições. Foto: Ricardo Trida/PSAO prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB) participou nesta sexta-feira (22) de almoço comemorativo dos 15 anos da única unidade do Bom Prato no ABC, localizada na região central de Santo André. O chefe do Executivo andreense aproveitou a presença do secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, Floriano Pesaro, para formalizar o pedido de ampliação do serviço na cidade.

“Iniciamos hoje duas tratativas com o secretário. Uma é das melhorias na estrutura desta unidade. Outra é estudar a instalação de mais um restaurante no município. Porém, descentralizado, projetando que seja na região da Vila Luzita, onde temos prédios públicos municipais e onde reside grande parte dos usuários deste serviço”, afirmou o prefeito.

Na avaliação de Serra, para ampliar a oferta, a prefeitura precisa participar mais do projeto, que hoje é mantido integralmente pelo Estado. “Acreditamos nesta política pública, que é bem avaliada pelos usuários. A administração estará em contato com o governo do Estado para procurar um local mais adequado para o restaurante já existente, até mesmo buscando prédios próprios para acomodá-lo”, afirmou.

De acordo com o secretário, “a instalação de uma unidade custa em torno de R$ 1 milhão, enquanto o custeio mensal gira em torno de R$ 100 mil”.

Desde a inauguração em 2002, o Bom Prato Santo André já serviu mais de 5 milhões de refeições. Para manter o serviço, o Estado investe, por refeição, R$ 5,19, sendo que a população paga R$ 1 desta quantia. Pesaro garantiu que o valor cobrado por cada refeição continuará o mesmo.

“No início da nossa gestão, o governador Geraldo Alckmin foi taxativo em dizer que não poderia aumentar o preço do Bom Prato em um momento de profunda crise econômica, com tanto desemprego. Isso não seria correto e justo com a população”, destacou Pesaro.

O secretário ainda comentou o aumento da cota diária de refeições na unidade andreense, que somou mais 200 pratos. “Agora com a crise econômica a demanda disparou, nós tínhamos pessoas que ficavam para fora. Com um pedido do prefeito, o Estado aumentou a oferta das refeições, de 1.200 para 1.400”.

Serra e Pesaro cumprimentaram e serviram usuários e também aproveitaram para almoçar na unidade. O cardápio do dia foi frango xadrez, jardineira de legumes (batata doce, chuchu e cenoura), salada mediterrânea (alface, tomate, pepino, azeitona preta e cebola com molho básico de salada), suco de laranja com acerola e sobremesa, mexerica e bolo.

O Bom Prato Santo André fica na rua General Glicério, 710 – Centro. O restaurante funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 8h30, serve o café da manhã a R$ 0,50 e a partir das 10h, serve o almoço a R$ 1, sendo que crianças até 6 anos têm a refeição gratuita.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*