Minha Cidade, Regional, Sua região

S.André ganha trem expresso até a Capital

Alckmin fez anuncio durante celebração de dez anos do Centro de Controle Operacional. Foto: Divulgação/Alexandre CarvalhoO governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou ontem (18) novo serviço da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Trata-se do Expresso Linha 10, que terá apenas uma parada na Estação São Caetano. O serviço atenderá de forma mais rápida, em 10 minutos, o trecho entre as estações Prefeito Celso Daniel (Santo André) e Tamanduateí (São Paulo), que tem integração gratuita com a Linha 2-Verde do Metrô, ligando o ABC à Capital paulista.

“O serviço está previsto para acontecer a partir do dia 30 de novembro”, afirmou o governador.
De acordo com informações da CPTM, o serviço será ofertado apenas em dias úteis e em horários de maior fluxo de passageiros: das 7h às 9 horas, no sentido Celso Daniel-Tamanduateí e das 16 às 19 horas no sentido contrário. O objetivo é aumentar a oferta de lugares nos períodos em que a demanda é maior com a inserção de trens vazios nos trechos citados.

A inclusão de trens vazios nos trechos entre as estações será apenas um paliativo para melhorar a mobilidade na região. Desde 2002 o governo do Estado acena com a construção de uma linha que ligaria Mauá à capital, de forma expressa, mas ainda não existe previsão de início das obras. O projeto já teve como datas de conclusão 2014 e 2015.

Novos trens
O governador deu o comando para que um dos dois novos trens da Linha 7-Rubi (Luz-Francisco Morato) da CPTM entrasse em operação. Os trens fazem parte do lote de 65 encomendados. A entrega aconteceu em celebração aos 10 anos do Centro de Controle Operacional (CCO). Um dos mais modernos centros de controle da América Latina, o CCO é responsável pela operação das seis linhas da CPTM.

Já são sete composições entregues neste ano: duas para a frota do serviço Expresso Leste, na Linha 11-Coral, e cinco para a Linha 7-Rubi. As demais unidades serão entregues nos próximos meses e entrarão em operação após a realização de testes, de acordo com a necessidade operacional de cada linha.

“Os novos trens são um ganho para a população, têm menos problemas de manutenção e menos interrupção. Com mais trens, podemos atender melhor e diminuir a superlotação, oferecendo transporte de qualidade e de alta capacidade”, comentou Alckmin. “Este é o melhor investimento que existe e em uma região que é a terceira maior do mundo, com 22,5 milhões de habitantes”, completou.

Com salão contínuo de passageiros (passagem livre entre os carros), os trens possuem monitoramento com câmeras na parte externa e interna e são acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência (contam com sinalização visual para identificação de assentos preferenciais, mapa dinâmico e áudio e espaço para cadeirantes). Possuem, também, monitores digitais internos com informações e interação das principais notícias sobre a prestação de serviços, além de reconhecimento eletrônico automático do maquinista por meio de biometria.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*