Brasileirão, Esportes

Roger, Danilo e Emerson brigam por vaga no ataque do Corinthians

Roger, Danilo e Emerson brigam por vaga no ataque
Danilo corre por fora, enquanto Sheik tem recebido oportunidades, sem corresponder. Foto: Agência Corinthians

Apesar da vitória sobre o Bahia na última rodada, o Co­rinthians deverá ter mudanças na equipe para o duelo com o Botafogo, domingo, no Rio de Janeiro, pelo Campeonato Brasileiro. Além do provável retorno de Jadson, há uma disputa no ataque entre três jogadores: Roger, Sheik e Danilo.

Do trio, Sheik é quem mais vem tendo chances. Foi titular nos últimos quatro jogos, dois deles como centroavante, mas não se firmou. O veterano segue com um jejum de gols desde março, quando marcou contra o Deportivo Lara-VEN, pela Copa Libertadores. São 29 partidas em branco.

Roger desponta como o favorito, mas não necessariamente por seu desempenho. Até anotou um gol em seu último jogo, contra o Vitória, mas a vantagem dele é a preferência de Jair Ventura.

O técnico e o camisa 9 trabalharam juntos justamente no Botafogo, onde os dois ti­veram sucesso. Roger era o principal nome da equipe sob o comando do carioca.

No Corinthians, porém, o centroavante ainda não caiu nas graças da torcida. Tem cinco gols em 19 partidas, sendo quatro desses tentos no Nacional e um deles pela Copa Libertadores.

Nessa disputa, Danilo cor­­re por fora. Até a rodada passada, o meia nem participava diretamente desta briga. No entanto, depois de ser o herói da vitória sobre o Bahia, com dois gols (um deles de bicicleta), passou a contar com o apoio da torcida alvinegra.

“São os jogadores que se escalam”, disse recentemente o técnico Jair Ventura.

O treinador, contudo, só deverá definir a formação amanhã. Uma provável escalação seria: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Romero, Jadson e Pedrinho; Roger (Danilo ou Sheik).

PREOCUPAÇÃO

Ralf e Jadson fizeram tratamento na parte interna do CT. Sobre Jadson, a preocupação da comissão técnica é de que o meia perca a reta final da temporada caso retorne sem se recuperar totalmente do edema na panturrilha que o afasta das atividades desde a semana passada.

 

Sergio Díaz quer conquistar torcida corintiana, mas sonha com retorno ao Real Madrid

Sergio Díaz quer conquistar a torcida do Corinthians, mas não esconde que seu maior desejo é voltar ao Real Madrid. O atacante paraguaio de 20 anos, que pertence ao clube espanhol e está emprestado ao alvinegro até o fim de 2019, pretende ganhar destaque e ser chamado de volta pelos merengues.

“Tenho de aproveitar ao máximo as partidas, somar o máximo de minutos (em campo) para me adaptar ao futebol brasileiro. Em 2019, espero estar bem para completar o so­nho de voltar ao Real Madrid”, disse o jogador, no CT.

Para crescer no Corinthians, Díaz espera seguir os passos de Romero. Sobretudo, ter paciência para esperar as oportunidades na equipe.

“Romero me disse que passou dificuldades (no começo). Não jogava muito, mas ficava sempre calado, sem reclamar, treinava e treinava. É o que estou fazendo para ter chance de completar partidas seguidas.”

Díaz também comentou sobre a pressão de jogar no Timão. “O Corinthians é o maior do Brasil. Se você não está bem, sente a pressão. Estamos enfrentando isso agora, mas fazemos de tudo para que a torcida se acalme”, afirmou o paraguaio.

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*