Uncategorized

Ribeirão Pires reforça ações de combate ao Aedes em Semana de Mobilização

Profissionais da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ribeirão Pires intensificam até essa sexta-feira (30) as ações de combate Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Nessa quarta-feira, equipes da Vigilância Epidemiológica realizaram orientações aos moradores na Unidade de Saúde do Centro Alto e ação casa a casa na área central da cidade.

Entre as atividades promovidas no período está a distribuição de materiais informativos, em pontos como a Vila do Doce e o Terminal Rodoviário, sobre medidas que contribuem para evitar a proliferação do mosquito. As ações integram a Semana Nacional de Mobilização Contra o Aedes aegypti.

Grupo de profissionais que atuam na limpeza e varrição urbana da cidade, pela Prefeitura, participam nessa semana de palestra sobre o combate ao Aedes. Nessa sexta-feira, a Secretaria de Saúde reforçará as orientações sobre o assunto durante o Dia “D” da Saúde – das 10h às 16h, na Praça Central (Rua Boa Vista, S/N – Centro).

“Nossas equipes atuam durante todo o ano para prevenir a proliferação do mosquito. Esse trabalho é realizado por meio de ações de conscientização e também do monitoramento de pontos estratégicos, locais onde há maior chance da existência de focos do Aedes. Com isso, temos melhores ferramentas de planejamento de atividades de combate ao mosquito e de orientação aos moradores”, explicou a secretária de Saúde de Ribeirão Pires, Patrícia Freitas.

Em 2018, de janeiro a outubro, a Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires registrou entre moradores da cidade três casos positivos de dengue (importados) e um caso positivo de febre amarela (importado de Mairiporã – paciente faleceu em decorrência da doença). Não foram registrados, no período, casos positivos de zika ou de chikungunya.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*