Minha Cidade, Ribeirão Pires, Sua região

Ribeirão Pires realiza ações de prevenção ao suicídio no Setembro Amarelo

A Prefeitura de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Saúde e Higiene, promoverá ação de conscientização sobre a prevenção e o combate ao suicídio, no Setembro Amarelo. Durante o mês, equipes da saúde mental e profissionais da rede reforçarão as orientações sobre sinais que podem indicar pensamento suicida, como auxiliar uma pessoa nessa situação e onde buscar auxílio.

Para ampliar os debates sobre o assunto, chamando a atenção para o número crescente de casos de suicídio no País, a Secretaria de Saúde e Higiene realizará, no dia 12 de setembro, o II Fórum de Combate às Violências, Promoção à Saúde e Cultura da Paz, com o tema “Prevenção ao Suicídio”. Durante o evento, profissionais da rede municipal de saúde e interessados no assunto poderão acompanhar palestra com especialista na área e conhecer como funcionam os serviços de atendimento, orientação e tratamento/acompanhamento na rede pública.

Ribeirão Pires realiza ações de prevenção ao suicídio no Setembro Amarelo

Em 20 de setembro, no “Dia D da Saúde” na Praça Central, a Prefeitura fará a distribuição de materiais informativos sobre o que é suicídio, causas, sinais, como prevenir e onde buscar ajuda. O Setembro Amarelo é um movimento mundial e teve início no Brasil em 2014.

O suicídio é um fenômeno complexo, considerado grave problema de Saúde Pública. A orientação, o diálogo e a informação são essenciais a sua prevenção. O número de casos de suicídio cresceu no Brasil, com 10.490 mortes em 2011 e 11.736 mortes em 2015 (Ministério da Saúde).

O número de tentativas de suicídio também chama atenção. Entre 2011 e 2016, foram 48.204 casos no País. O índice vem crescendo, especialmente entre os jovens de 15 a 29 anos.

CAUSAS

Não existe uma causa única que leva uma pessoa ao suicídio. Entre os motivos podem estar fatores biológicos, genéticos, psicológicos (sentimento de rejeição, perda de emprego ou de um ente querido), ao uso abusivo de substâncias químicas, e transtornos mentais como a depressão.

Onde buscar ajuda? CAPS 2 – Rua Afonso Zampol, 41 – Centro. Telefone: 4824-3631.

Centro de Valorização da Vida – através do 188.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*