Uncategorized

Réveillon na Avenida Paulista é cancelado em São Paulo

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (17) o cancelamento do Réveillon na Avenida Paulista. O evento de virada de ano atraiu 2 milhões de pessoas na última edição, dos quais 41% não residiam na capital, com a realização de apresentações musicais e queima de fogos.

Segundo o prefeito, o evento requer um planejamento com ao menos três meses de antecedência. Afirmou que tanto a prefeitura quanto o governo do Estado e os técnicos da Vigilância Sanitária consideram “muito temerário” a realização de um evento desse porte.
Levantamento da gestão municipal apontou que o evento movimentou R$ 648,2 milhões no último ano. “Como é um evento que requer uma organização de pelo menos três meses, envolve patrocínio, agenda de artista, pacotes promocionais de turismo”, disse Covas.

Semanas atrás, Covas já havia anunciado que a Virada Cultural, que havia sido adiada para o segundo semestre, será realizada apenas de forma virtual neste ano. Já a realização da Marcha para Jesus e da Parada do Orgulho LGBT, também adiadas para o segundo semestre, estão em discussão com os organizadores.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*