Economia, Notícias

Restaurantes do ABC preveem bom movimento para o Dia das Mães

Restaurantes do ABC preveem bom movimento para o Dia das Mães
Boiadeiro (esq.) vai oferecer seu tradicional rodízio de saladas, pratos quentes e carnes; Fonte Leone (dir.) preparou bufê especial para o Dia das Mães. Fotos: Divulgação

Restaurantes do ABC devem ter um Dia das Mães – que será festejado neste domingo (9) – mais movimentado que o do ano passado, quando os estabe­lecimentos estavam fe­chados pa­­ra atendimento pre­sencial de­­­vido à pandemia de covid-19 e só abriram para entrega ou envio de pedi­dos.

Com a Fase de Transição do Plano São Pau­lo, a tradicional comemoração fora de casa com a família volta a ser possível, uma vez que os restaurantes estão autorizados a ter consumo no local respeitan­do protocolos sanitários e li­mi­te de 25% da capacidade.

“Historicamente, o Dia das Mães é a segunda melhor data em movimento para o segmento de alimentação, atrás ape­nas do Dia dos Namorados. O comércio em geral tem o Natal como referência, mas o usual almoço com a mãe é tradicionalíssimo em nosso setor”, afir­mou o presidente do Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação do ABC (Sehal), Beto Moreira.

Antes da pandemia, o mo­vi­mento de Dia das Mães na chur­rascaria Boiadeiro era equi­valente a quatro domingos nor­­mais. Agora, em meio à segun­da onda da crise sa­nitária, o tradicional estabelecimento de Dia­dema espera faturar só metade disso. “Infelizmen­te, não poderemos encher a ca­sa, por causa da restrições sanitá­rias. Mesmo assim, estamos otimistas e esperamos dobrar o movimento compara­tivamente a um domingo normal”, comentou o gerente Edson Luis Boldrini.

No Dia das Mães, a chur­rascaria vai oferecer seu tra­di­cional rodízio de saladas, pra­tos quentes e car­nes, com pre­­­ço de R$ 89,90 por pessoa.

Para o Sehal, os estabele­cimentos precisam focar dois pontos importantes para tra­zer de volta os clientes na retomada econômica: seguir à risca todas as orientações sanitárias e proteger a saúde de seus clientes e funcionários. “As pessoas se sentem seguras quando chegam aos locais e notam que o ambiente está higienizado e que há distanciamento no salão”, ressaltou o presidente da entidade.

É o caso do Fonte Leone, bar e restaurante de Santo André, que vai ofere­cer bufê especial no Dia das Mães – o qual inclui sa­ladas, carnes e massas – por R$ 109 por pessoa.

“A expectativa (para o Dia das Mães) é a melhor possí­vel. Estamos seguindo os protocolos sanitários de distanciamento e redução de mesas para receber a clientela com toda segurança”, afirmou o sócio-proprietário do Fonte Leone, José Miranda.

Tanto no Boiadeiro como no Fonte Leone não há serviço de reservas – o atendimento ocorre por ordem de chegada.

O restaurante Casa Porteña, de São Caetano, celebra o Dia das Mães com novidades no cardápio. Um dos destaques é a Moqueca Parrilera (R$ 89), que leva pescada amarela e camarões, acompanhada de arroz branco com amêndoas em lâminas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*