Brasil, Editorias, Notícias

Renan questiona no STF operação da PF

Renan Calheiros: “não fico bem no papel de piromaníaco”. Foto: Jonas Pereira/Agência Senado

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou, ontem (26), pacote de medidas em reação à Operação Métis, da Polícia Federal, realizada na última sexta (21) nas dependências da Casa. O objetivo principal de Renan é tentar anular a operação que levou à prisão de quatro policiais legislativos suspeitos de obstruir investigações da Lava Jato contra senadores e ex-senadores. Os quatro servidores já foram liberados.

São dois recursos no Supremo Tribunal Federal (STF) e uma representação no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra o juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal do DF, que autorizou a entrada da PF no Senado. A advocacia da Casa quer, entre outras coisas, questionar possíveis excessos cometidos pela PF, que o STF limite o alcance da atuação de juízes, além da devolução do material apreendido na Casa.

“Fico melhor no papel de bombeiro, não fico bem no papel de piromaníaco. Estou tentando fazer com que isso não se transforme em um grande incêndio”, disse Renan. A ofensiva não parou aí. O presidente do Senado afirmou que pretende trabalhar para que a Câmara agilize a PEC 89, de 2003, que trata de acabar com a aposentadoria compulsória de juízes e de membros do Ministério Público condenados. A medida já foi votada no Senado. Segundo Calheiros, é uma “aposentadoria criminosa”.

O movimento de Renan segue comportamento adotado por ele nos últimos dias de confrontar PF, Ministério Público e o Judiciário. Em entrevista ontem, Renan minimizou a crise entre Poderes. “Apressado exagero das interpretações. Quando falei do juizeco, não estava me referindo ao juiz que autorizou o mandado de prisão. Da mesma forma que falei do nojo a métodos da polícia, eu não falava da Polícia Federal. Não sei a quem coube a decisão do espetáculo”, disse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*