Brasileirão, Esportes, Futebol

Reforço no ataque corintiano, Clayson fez apenas três gols na atual temporada

Clayson destacou-se pela habilidade de carregar a bola. Foto: Fábio Leone/PontePressSe a torcida corintiana está depositando suas fichas em Clayson, na esperança de que aumente a média de gols do Corinthians, é melhor conter as expectativas. Não é por isso que a comissão técnica indicou a contratação do jogador, de 22 anos, apontado como revelação do Paulista deste ano.

Fábio Carille e seus auxiliares conhecem bem os números do atleta. No Estadual, por exemplo, Clayson fez apenas um gol. Destacou-se, no entanto, pela habilidade para carregar a bola e driblar, atuando aberto, principalmente pela direita.

A finalização nunca foi o ponto forte de Clayson, que se cobra muito por isso. Desde que virou profissional, aos 18 anos, atuando pelo extinto União São João, em 2012, o atacante anotou apenas 12 gols, em 138 jogos. A média é baixa: 0,08 tento por jogo.

Com os três gols que marcou em 2017, um no Paulista e mais dois no último domingo (14), na estreia da Ponte Preta no Campeonato Brasileiro, a média dele este ano é um pouco melhor: 0,14.

Corinthians e Ponte ainda não anunciaram oficialmente a conclusão da negociação que levará Clayson ao Parque São Jorge. Porém, é certo que, além da compensação financeira de R$ 4 mi­lhões, o Corinthians vai ceder o atacante Claudinho em definitivo, além do empréstimo de Léo Artur, ambos revelados na base. Apesar de não ser oficial, o empresário do jogador, Edvaldo Cruz, afirmou que o negócio já foi fechado. Inclusive, hoje Clayson fará exames no Corinthians.

Pablo

Carille aguarda com ansiedade os exames de imagem pelos quais Pablo passará hoje para saber a gravidade da lesão muscular do zagueiro e quanto tempo ficará fo­ra da equipe.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*