Esportes, Paulistão

Recuo de Zeca gera saia-justa no Corinthians e frustra torcida

O recuo dos representantes de Zeca sobre o acerto entre Corinthians e o lateral gerou saia-justa entre departamentos do clube, descontentamento por parte do atleta com seus empresários e deixou pouca esperança entre os envolvidos de que o negócio possa ser colocado no papel.

Na terça-feira (13), o departamento de comunicação discutiu postagem que fizesse menção à chegada de Zeca ao clube no dia seguinte. O clube brincou com o trânsito na rodovia que liga Santos a São Paulo, quando havia expectativa de acerto iminente. “Sistema Anchieta-Imigrantes tem fluxo bom no sentido da Capital”, dizia a postagem.

O lateral, de fato, fez o trajeto sugerido em um tuíte publicado às 7h da manhã: pelo segundo dia seguido, terça e quarta-feira, foi ao CT Joaquim Grava. Mostrou entusiasmo a funcionários do Corinthians pelo acerto. Foi aprovado em exames, mas não assinou.

Ansioso para voltar a jogar futebol, o que não faz desde outubro, Zeca demonstrou a funcionários do Corinthians desconforto pelo recuo de seus empresários, da OTB Sports, no acerto alinhavado. Com amigos, o lateral já havia planejado ida à Arena, em Itaquera, para acompanhar a partida contra o Deportivo Lara-VEN na quarta-feira. A sensação foi de frustração.

A postagem do Corinthians nas redes sociais que indicava o acerto, por sua vez, causou desconforto interno. Ao adquirir Ralf, no mês passado, o clube adotou anúncio semelhante horas e publicou foto de um “cão bravo”, em alusão ao apelido do volante. Àquela altura, porém, o contrato não estava assinado. O caso Zeca cumpriu o mesmo roteiro, mas ao menos até o momento não teve um desfecho feliz.

O Corinthians precisou re­cuar e despertou piadas de rivais que se lembraram de outros reforços dado como certos que não se cumpriram, como Drogba e Pottker.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*