Arte & Lazer, Literatura

Psiquiatra italiano lança livro que discute a tomada de decisões no Sesc Santo André

Foto: DivulgaçãoComo as decisões são tomadas? Quais são as razões que levam uma pessoa a decidir? Essas questões são a essência do lançamento das Edições Sesc São Paulo: Na hora da decisão: somos sujeitos conscientes ou máquinas biológicas?, do psiquiatra italiano Mauro Maldonato, que estará no Brasil para participar de uma série de atividades. O autor apresenta seu novo livro no Sesc Santo André  hoje (16), às 20h, com bate-papo e sessão de autógrafos. A entrada é gratuita e a retirada de ingressos pode ser feita uma hora antes, na Bilheteria do Sesc Santo André.

O trabalho é fruto de 30 anos de observações clínicas no qual discorre sobre a influência da intuição, da emoção e da irracionalidade nas decisões. Maldonato também questiona em que medida o ser humano tem real certeza das motivações que o levam a tomar determinadas atitudes ou fazer certas escolhas.

Com uma linguagem convidativa, o autor congrega conceituação científica e o desejo de aproximar o debate do leitor não especializado. Ele argumenta que a racionalidade é o elemento de menor relevância na tomada de decisões, conduzida, sobretudo, por sentimentos, pela incerteza e pela imprevisibilidade. O livro está dividido nos capítulos: “A aposta em jogo”, “O longo caminho da racionalidade”, “Antes da decisão”, “Puro movimento”, “Uma liberdade determinada” e “Despedida”.

O autor

Mauro Maldonato é médico psiquiatra. Professor de psicologia geral na Universidade della Basilicata (Potenza, Itália), estudou na Universidade La Sapienza (Roma), na Federico II (Nápoles), na London School of Economics (Londres) e na École des Hautes Études em Sciences Sociales (Paris). Foi professor visitante na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), na Universidade de São Paulo (USP) e na Duke University (EUA). Diretor científico da Settimana Internazionale della Ricerca, é autor e curador de livros e artigos científicos publicados em diversos idiomas. No Brasil, é colaborador das revistas Scientific American Brasil e Mente & Cérebro, além de pesquisador convidado do Núcleo de Estudos Africanos do Laboratório de Teoria da História do Departamento de História da USP. Recebeu o prêmio Vasco Prado para as Artes e as Ciências, promovido pela Universidade de Passo Fundo durante a XI Jornada Nacional de Literatura, em 2005. Em 2012, foi agraciado com o prêmio internacional Conference on Time pela Universidade dos Emirados Árabes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*