Últimas Notícias

Projetos patrocinados pela Unipar vão beneficiar mais de 2,4 mil pessoas em Rio Grande da Serra

A Unipar, líder na produção de cloro, soda e PVC na América do Sul, definiu os 10 projetos que receberão mais de R$ 4 milhões em patrocínio direto e também via Lei Rouanet e demais leis de incentivo fiscal. A expectativa da empresa é que as ações beneficiem diretamente mais de 2,4 mil pessoas que vivem nos bairros de Rio Grande da Serra.

Os investimentos fazem parte dos esforços da Unipar para desenvolver as comunidades residentes no entorno da fábrica, na região do ABC. O formato abrangente da proposta vai permitir a oferta de aulas e práticas esportivas, culturais e ligadas a sustentabilidade, especialmente às crianças, cumprindo o papel da empresa, de melhorar a vida de todos.

Os projetos “Fazer Valer” e “Judô Social Nery” foram as ações selecionadas na área de esportes e oferecerão práticas de atividades, como Taekwondo, Judô e Jiu-jitsu. Na área cultural o “Primeiros Acordes” oferecerá aulas com instrumentos dedicados à prática de música erudita. Já em meio ambiente “Missão Cidade Azul”, “Projeto Cultura Maker Nas Práticas Ambientais” e “Horta para a Vida”, são os selecionados para oferecer aprendizado ligado à sustentabilidade e conservação de florestas, rios e outros recursos naturais.

Mauricio Russomanno, CEO da Unipar, destaca a importância do programa de patrocínio para a empresa. “A escolha dos projetos que serão patrocinados pela Unipar nos ajuda a cumprir a missão de levar desenvolvimento às comunidades, especialmente àquelas em Rio Grande da Serra. Entendemos que isso faz parte do nosso papel na sociedade impulsionar o crescimento dessas pessoas”.

Para definir a escolha dos projetos patrocinados, a companhia realizou um processo transparente e que utilizou critérios claros para a escolha. Os escolhidos deveriam ter ações claras a para a inclusão das pessoas, com práticas que incentivam a socialização, a prática esportiva e o aprendizado ligado à sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*