Mulher, Serviços

Projeto sobre Esclerose Múltipla faz especial para o mês das mulheres

A página “Esclerosados”, criada pela jornalista Silvana Carias, 23, e pelo estudante Guilherme Coelho, 25, ambos portadores da Esclerose Múltipla, doença autoimune e degenerativa, fará no próximo dia 15, às 15 horas, uma programação especial em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. O objetivo é promover debate e informação sobre a doença com o foco para o universo feminino. Assuntos como menstruação e gravidez serão tratados ao vivo, na página do projeto no Facebook. Internautas e apoiadores do projeto do mundo inteiro poderão participar compartilhando experiências e dúvidas.  

 

Silvana Carias acredita que a iniciativa é uma forma de levar ainda mais informação sobre a doença e dessa forma, auxiliar as mulheres que a possuem, a lidar com a Esclerose Múltipla da melhor maneira possível. “Eu sou mulher e tenho Esclerose Múltipla, imagine que legal poder falar sobre inúmeras questões sobre a doença com outras mulheres que também passa por várias situações em comum? É um verdadeiro presente a todas essas mulheres”, comenta a jornalista.  

 

O projeto que possui mais de um ano de existência e impacta X pessoas todos os meses, vem desmistificando o tema na internet de maneira descontraída e informativa, auxiliando os curiosos e portadores da doença através de vídeos e posts semanais. “A gente já conseguiu ajudar e levar informação sobre a Esclerose Múltipla para muitas pessoas. Isso é o que mais nos motiva. E o dia internacional da mulher vai ser um pretexto para levar mais informação ainda”, conta Guilherme.  

Segundo uma pesquisa realizada na Escola de Medicina da Universidade de Washington, nos Estados Unidos,  a Esclerose Múltipla é quatro vezes mais comum em mulheres do que em homens. Isso ocorre devido ao cérebro feminino conter uma quantidade maior da proteína S1PR2, cujos danos da Esclerose são proeminentes nas áreas do cérebro em que ela está em níveis mais elevados.  

 

A partir disso, foi que o “Esclerosados” resolveu homenagear as mulheres no mês do Dia Internacional da Mulher e fazer a transmissão ao vivo especialmente para elas, falando de que maneira a doença afeta o mundo feminino com base em dúvidas, sugestões e experiências compartilhadas pelos internautas na página do projeto. “As mulheres que tem esclerose múltipla precisam lutar diariamente com a doença, além de lutar contra o machismo. Precisamos falar sobre isso, já que o psicológico é fato determinante para evitar ou agravar os surtos da doença. Esperamos todas as minas por lá!”, finaliza Silvana Carias.  

 

 Segundo a Associação Brasileira de Esclerose Múltipla (ABEM), o Brasil possui 35 mil portadores da doença. Crônica, auto imune e degenerativa, a Esclerose Múltipla pode interferir na capacidade do cérebro e da medula espinhal para controlar funções como caminhar, enxergar, falar, urinar e algumas outras. Ela afeta o sistema nervoso central e não tem cura.  
 

Sobre o Esclerosados  

 

O Esclerosados é um canal no YouTube, criado por dois jovens campineiros portadores da Esclerose Múltipla, para apoiar, informar e auxiliar outros diagnosticados com a doença. A página dos Esclerosados no Facebook é abastecida com uma proposta de interação. 

 

Facebook: http://bit.ly/esclerosados 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*