Minha Cidade, Regional, Sua região

Projeto regional do Consórcio ABC para áreas de mananciais é habilitado pelo Comitê do Alto Tietê

Projeto regional do Consórcio ABC para áreas de mananciais é habilitado pelo Comitê do Alto Tietê. Foto: Divulgação/Consórcio ABC
Crédito: Consórcio ABC

O Consórcio Intermunicipal  ABC teve  projeto para sinalização e identificação das áreas de mananciais habilitado  pelo colegiado do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê (CBH-AT).

O Plano Regional de Sinalização e Identificação Visual das Áreas de Mananciais dos Municípios do ABC foi elaborado pela entidade regional por meio do Grupo de Trabalho (GT) Meio Ambiente. Como inovação, a iniciativa propõe que sejam consideradas novas formas de comunicar e indicar as áreas de mananciais para além das instalações de placas.
O presidente do Consórcio ABC e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, ressaltou a importância da iniciativa para os sete municípios e para a Região Metropolitana de São Paulo. “Mais da metade do ABC é área de manancial. Por isso, nosso objetivo é que a população residente e quem transita por locais próximos aos mananciais reconheçam esse território e importância da sua preservação”, afirmou Maranhão.
Entre os critérios para habilitação e hierarquização estão a abrangência regional, o atendimento ao programa e a população beneficiada. A proposta apresentada pelo Consórcio ABC atendeu de forma integral às exigências de conteúdo técnico colocadas pelo colegiado do CBH-AT, recebendo maior pontuação entre os projetos habilitados.
“O resultado mostra a capacidade técnica e de planejamento dos consórcios públicos e comprova o fortalecimento das ações consorciadas. Além disso, o fato de nosso projeto ter recebido a maior pontuação é motivo de orgulho e de incentivo para continuidade do trabalho para desenvolver políticas públicas conjuntas”, disse Maranhão.
A próxima etapa de avaliação do projeto deverá ser feita pelo agente técnico que será eleito pelo Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro). A iniciativa, se aprovada, será viabilizada com recurso proveniente do Fehidro, sem contrapartida por parte do Consórcio ABC e das prefeituras da região.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*