Diadema, Minha Cidade, Sua região

Projeto Bem Viver muda realidade de núcleos habitacionais de Diadema

Projeto Bem Viver muda realidade de núcleos habitacionais de Diadema
Prefeitura de Diadema tem qualificado os núcleos habitacionais por meio do Programa Bem Viver. Foto: Mauro Pedroso/PMD

O Programa Bem-Viver, implementado pela Prefeitura de Diadema, tem proporcionado nova realidade aos núcleos habitacionais da cidade e cumprido o que está definido no Pacto Internacional do Direitos Econômicos, Sociais e Culturais (PIDESC), do qual o Brasil é signatário.

Coordenado pela Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano de Diadema, o projeto envolve diversas pastas municipais, como Segurança Alimentar, Cultura, Serviços e Obras, Meio Ambiente, e conta com apoio do Cartório de Registro de Imóveis do município.

Segundo a oficiala Patrícia André de Camargo Ferraz, responsável pelo cartório, não basta só dar um abrigo à família. “Existe uma série de conteúdos que estão compreendidos no direito à moradia enquanto direito fundamental, como habitabilidade, segurança jurídica, acesso fácil ao transporte, infraestrutura urbana. O projeto Bem Viver busca satisfazer esses conteúdos”, pontuou.

Para corroborar com o Bem Viver, Patrícia fez uma proposta para a prefeitura de que fossem adotadas diversas ações de incentivo à qualificação dos espaços, que foram incluídas no projeto. “Uma das ações é a implementação em algumas moradias de minhocários domésticos, a fim de reduzir o despejo de lixo orgânico. Para ter uma ideia, uma família pode deixar de depositar no sistema público de coleta cinco quilos de lixo orgânico por semana. Se mil famílias fizerem isso, economizamos cinco toneladas semanalmente”, exemplificou a oficiala.

Minhoca californiana

Para o começo do projeto, o cartório vai fornecer minhocas californianas e a Leo Madeiras, loja de Diadema, vai disponibilizar a serragem para montagem dos primeiros minhocários.

“Nossa ideia é que, além de ser entregue nas hortas comunitárias, o húmus que será produzido seja utilizado em hortas implementadas nas lajes, para melhorar a qualidade dos alimentos que consumidos pelos moradores”, afirmou Patricia.

Além da implementação dos minhocários e do estímulo às hortas nas lajes, constam nas ações propostas por Patricia o plantio de árvores compatíveis com o espaço urbano e um concurso de melhor fachada residencial e comercial nas áreas regularizadas.

“A ACE (Associação Co­mercial e Empresarial) Diadema vai patrocinar o prêmio de melhor fachada comercial. Também teremos o apoio de grafiteiros, que vão auxiliar os moradores. Outro destaque é que, entre os jurados, está o renomado arquiteto Gui Mattos. Enfim, vamos reunir o melhor das pessoas para levar felicidade à comunidade”, destacou a oficiala responsável pelo cartório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*