Editorias, Notícias, Política

Procurador pede arquivamento de investigação que cita Lula

Lula era investigado por supostamente tentar atrapalhar a Lava Jato. Foto: Agência BrasilO Ministério Público Federal no Distrito Federal pediu à Justiça nesta terça (11) o arquivamento de uma investigação sobre uma suposta articulação do ex-presidente Lula com senadores para atrapalhar a Lava Jato. A apuração havia resultado da delação do ex-senador petista Delcídio do Amaral (MS). Segundo Delcídio, o petista o convidou para reunião no Instituto Lula, em 2015, juntamente com os senadores Edison Lobão (PMDB-MA) e Renan Calheiros (PMDB-AL), com o objetivo de frear a Lava Jato.

Essa era uma das apurações sobre obstrução da Justiça envolvendo Lula. Em outra, o ex-presidente foi denunciado sob acusação de ter tentado comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.
No pedido de arquivamento enviado à Justiça Federal em Brasília, o procurador Ivan Cláudio Marx afirmou, após ter ouvido Lobão, Renan e Delcídio, que “não se vislumbra no discurso de Delcídio a existência de real tentativa de embaraço às investigações da Lava Jato”.

Para Marx , embora Delcídio tenha dito que “’na prática o efeito pretendido era o de embaraçar as investigações da Lava Jato [e] que essa mensagem não foi passada diretamente, mas todos a entenderam perfeitamente’”, ficou claro que se tratou de uma “uma interpretação unilateral do delator, não confirmada pelos demais participantes da reunião”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*