Economia, Notícias

Procon de Diadema dá dicas sobre contratação de transporte escolar

Procon de Diadema dá dicas sobre contratação de transporte escolar
Denise Ventrici: “é necessária a realização de contrato”. Foto: Arquivo

Com o retorno das aulas, os pais costumam ter preocupações referentes à contratação de transporte escolar. Nesse momento, é importante ficar atento. Para isso, o Procon de Diadema alerta os munícipes sobre os direitos e os cuidados que os responsáveis devem ter ao solicitar o serviço.

Antes de contratar o transporte os pais e responsáveis devem verificar junto à Secretaria de Transportes do município se o motorista está legalmente apto para prestar o serviço. Além disso, é preciso ficar atento quanto ao transporte ilegal.

Assinar contrato para oficializar as condições negociadas do serviço de transporte escolar contribui para que os pais não caiam em golpe. No documento é fundamental que conste o horário de entrada e saída da escola, assim como o valor da mensalidade e telefones para contato com o motorista. A medida evita transtorno no futuro.

“Um dos erros mais comuns é a solicitação do serviço sem a realização de contrato. Muitas vezes fecham ‘negócio’ verbalmente e quando há alguma reclamação é difícil solucionar”, afirma a diretora do Procon e Assistência Jurídica, Denise Ventrici.

Para que não caia em uma cilada, é necessário que, antes da contratação, peça recomendações de pessoas que já usaram o serviço. Outra sugestão é observar o motorista ao recepcionar as crianças em portas de escolas. A higiene do transporte e a condição de janelas e assentos são requisitos que devem ser verificados, bem como se há a presença de um adulto que acompanhe os jovens durante o trajeto.

“É necessário que os munícipes se informem antes de fechar o contrato. Deve-se consultar no site da prefeitura a lista de condutores de transporte escolar cadastrados, entrar em contato com a Secretaria de Transportes pelo número 118 e acessar o app Tô Ligado. Estamos disponíveis para tirar qualquer dúvida”, afirmou o diretor do Departamento de Gestão de Transporte, Roberto Lopreto Ferreira.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*