Economia, Notícias

Primeira parcela do 13º salário dos aposentados injeta R$ 477 mi no ABC

Começa a ser paga na próxima sexta-feira (25) a primeira parcela do 13º salário a aposentados e pensionistas da Previdência Social. Serão inje­tados R$ 19,9 bi­lhões na economia do país, dos quais R$ 477,1 milhões no ABC (2,4% do total). Há 29,2 milhões de benefícios – dos quais 497,4 mil nos sete mu­nicípios – com direito à antecipação de metade do abono de final de ano.

Os valores serão creditados juntamente com o pagamento da folha de agosto, em calendário de liberação que segue até o dia 8 de setembro (veja o quadro ao lado).

No ABC, o valor é 11,1% superior aos R$ 429,3 milhões adiantados em agosto e setembro do ano passado – variação que se deve à correção dos venci­men­tos em janeiro e ao aumento na base de beneficiários.
Na média, cada beneficiá­rio da Previdência Social no ABC vai receber R$ 959 de adiantamento do 13º, montante superior à média pa­ga no Estado de São Paulo (R$ 834) e no país (R$ 680).

Os depósitos começam na sexta-feira para os segurados que recebem até um salário mínimo e têm cartão com final 1. Aqueles que recebem acima do mínimo terão os benefícios creditados a partir de 1º de setembro.
Em sua maioria, aposentados e pensionistas receberão 50% do valor do benefício. A exceção é quem passou a recebê-lo depois de janeiro. Neste caso, o valor será proporcional.

Os segurados que recebem o auxílio-doença também recebem par­cela menor do que os 50%. Isso ocorre porque há possibilidade de o benefício ser cortado antes do final do ano. Assim, o INSS faz um cálculo proporcional até agosto.

Por exemplo, um benefício iniciado em janeiro e ainda em vigor em agosto terá o 13º salário calculado sobre oito meses e o segurado receberá, portanto, metade deste valor. Em dezembro, caso ainda esteja afastado, o segurado receberá o restante. Se tiver alta antes, o valor será calculado até o mês em que o benefício vigorar e acrescido ao último pagamento do benefício.

Por lei, quem recebe benefício assistencial (Loas) não têm direito ao 13º salário.
Não haverá o desconto de Imposto de Renda nesta primeira parcela. De acordo com a legislação, o IR sobre o 13º só é cobrado na segunda parcela da gratificação natalina, paga juntamente com o benefício de novembro.
Desde 2006, o governo antecipa a primeira parcela do 13º salário dos aposentados na folha de agosto.

O beneficiário pode verificar seu extrato de pagamento, com o valor do benefício e da parcela do 13º, no site meu.inss.gov.br, no link Histórico de crédito de benefício. Para isso, é necessário criar senha no próprio site.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*