Diadema, Política-ABC, Sua região

Presidente do diretório do PDT afirma que Michels desconhece pré-candidatos da cidade

Presidente do PDT afirma que Michels desconhece pré-candidatos da cidade
Roberto Holanda, Professor Fábio Junior, Antônio Aldene e “Gibabomais”, pré-candidato a vereador pelo PDT, durante evento na cidade. Foto: Divulgação

O presidente do diretório do PDT em Diadema, Roberto Holanda, em entrevista ao Diário Regional, afirmou que o prefeito Lauro Michels (PV) desconhece os pré-candidatos da cidade, ao rebater matéria publicada em 16 de outubro.

“Na matéria, o prefeito coloca como se todos os pré-candidatos (ao Executivo) fossem ex-secretários dele, além disso, cita José de Filippi Junior (PT) como único sendo de fora (de seu governo). Isso não é verdade. O Professor Fábio Junior, que é pré-candidato pelo PDT, trabalha na educação de Diadema, mas nunca passou pelo governo Lauro Michels”, pontuou.

Segundo Roberto Ho­landa, ao colocar todos os pré-candidatos em um mesmo grupo (de ex-secretários), o verde mostrou desconhecimento da política municipal. “É uma falta de res­peito em relação aos outros partidos, o que pode prejudicar possível aproximação, no futuro, com o governo. O PDT de Dia­dema existe e tem pré-candidato, inclusive, o Professor Fábio é funcionário dele, o que mostra seu desconhecimento”, afirmou, ao complementar que o prefeito tem de conhecer me­lhor a cidade, já que o pré-candidato do PDT “é um adversário dentro da própria casa”.

O presidente da sigla des­tacou que defende a imprensa livre e democrática, mas entende que todos os partidos devem ter o mesmo espaço na mídia, saindo da polarização que tomou conta da política nos últimos anos.

“O pré-candidato do PDT é uma nova oportunidade para a cidade. O Professor Fábio Junior sai pela primeira vez como candidato majoritário, mas não nos apresentamos como política nova. Vem com um novo olhar para cidade”, destacou Holanda, ao complementar que o PDT pretende, em eventual governo, trabalhar com uma gestão participativa e humanizada.

 APROXIMAÇÃO

Holanda ressaltou que, em eventual governo, as premissas do partido serão fomentar a educação, com incentivo aos professores e ao ensino, e a aproximação maior com a po­pulação em todos os setores.

“Queremos chamar a po­pu­lação para um debate público. Na Saúde, por exemplo, sabemos de todos os problemas do setor e queremos humanizar o atendimento. Fazer a população se sentir acolhida. Isso não só na Saúde, como em todos os setores. Os secretários têm de ser técnicos na área de atuação. O de Saúde tem de conhecer os equipamentos. A Guarda Municipal tem de ter contato com a população, com as famílias, para realmente saber quais as questões que as preocupam. É nesse sentido que falamos de humanização. Aproximar o governo do povo”, afirmou.

Segundo Holanda, dentro dos projetos do partido, em eventual governo, está deixar Diadema mais tecnológica e alavancar o terceiro setor. “O plano de incentivo do atual governo deveria ter sido lançado em 2016. Houve um uma saída muito grande de empresas do município. Também queremos buscar novos investidores, mostrando uma nova Diadema para os empresários.”

Sobre as eleições, Holanda afirmou que o diretório de Dia­dema foi o primeiro a lançar pré-candidato. “Santo André e Rio Grande da Serra já possuem pré-candidatos também. São Bernardo estão com os debates adiantados. Creio que apenas em Ribeirão não tere­mos nome a majoritário.”

um comentário

  1. Esse prof. Fábio Jr vai longe!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*