Diadema, Minha Cidade, Sua região

Prefeitura negocia nova agência para atendimento presencial do INSS em Diadema

Nesta segunda-feira, equipamentos foram retirados do posto na Avenida Antonio Piranga. Foto cedida por Eduado Minas
Nesta segunda-feira, equipamentos foram retirados do posto na Avenida Antonio Piranga. Foto cedida por Eduardo Minas

Na manhã desta segunda-feira (10) foram retirados todos os equipamentos do prédio da Previdência Social na avenida Antonio Piranga, em Diadema. Segundo a prefeitura, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já não presta serviços presenciais na cidade desde março de 2020 e o prédio está desocupado desde então.

A administração municipal afirmou, por meio de nota, que é fake news a informação que Diadema não contaria mais com unidade do INSS. Segundo a prefeitura, há conversas avançadas com a superintendência do órgão, que já visitou alguns prédios onde funcionará o novo INSS.

A administração municipal informou que, no segundo semestre do ano passado, o instituto tentou algumas tratativas para retomar o atendimento em um espaço menor, tendo em vista que está priorizando os serviços online em todo o Brasil.

“As negociações não avançaram. Enquanto isso, a prefeitura continuou pagando o aluguel em dia sem atendimento no local e sem propor uma alternativa. Neste ano, a gestão atual retomou as negociações para a volta dos serviços presenciais em Diadema, oferecendo outros espaços que se adequassem à nova demanda. A prefeitura reafirma o compromisso com a manutenção do INSS na cidade e reforça que fará o que for preciso para resolver a situação o mais rápido possível”, disse.

O presidente da Câmara de Diadema, Josa Queiroz, corroborou as declarações da prefeitura, afirmando que as negociações com a superintendência estão avançadas. “Estamos acompanhando. Tivemos uma conversa com a superintendência. Dez dias atrás o prefeito (José de) Filippi teve uma reunião também com a superintendência para tentar uma alternativa à saída que se consolidou agora, mas que se iniciou em agosto do ano passado. Desde essa data o INSS vem sinalizando a disposição de sair de Diadema por conta de uma decisão do governo federal de contenção de despesas e reorganização da rede. Nessa última conversa com o prefeito ficou acertado que vamos manter um posto sim. Estamos vendo se neste primeiro momento vai ocorrer dentro do Poupatempo, em atendimento de balcão e já estamos vendo um local para que as perícias possam também ser realizadas no município”, afirmou Josa.

O vereador destacou que o processo de saída que teve início no ano passado e não contou com iniciativas da gestão anterior, o governo atual vai conseguir manter um posto avançado na cidade. “As tratativas estão bastante adiantadas e acredito que nos próximos dias vamos ter um posicionamento oficial sobre isso. Estamos muito otimistas com a chance de poder evitar o que o governo passado não conseguiu, que é a saída desse posto e de mais um serviço da cidade”, destacou.

O INSS

A assessoria do INSS informou que a unidade estava funcionando em um prédio cedido pela Prefeitura de Diadema desde 2008, mas que o imóvel se tornou inadequado para acomodar uma agência e oferecer um bom ambiente de atendimento aos cidadãos face a problemas estruturais, com climatização, acessibilidade e novas exigências para combate ao coronavírus. O INSS confirmou as tratativas com o prefeito José de Filippi para definição de novo local para reinstalação da unidade.

O vereador Eduardo Minas, que acompanhou a retirada dos equipamentos da unidade nesta segunda-feira, afirmou que ficou surpreso e que espera a definição da nova unidade da Previdência. “De concreto, o que temos até agora é que Diadema perdeu o atendimento presencial, já que retiraram o material, que não foi levado para outro local na cidade”, disse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*