Minha Cidade, São Caetano do Sul, Sua região

Prefeitura e USCS inauguram Centro Ambulatorial Universitário no Hospital São Caetano

José Auricchio: “a Medicina é, na verdade, o contato direto do médico com os pacientes”. Foto: Divulgação/PMSCSA prefeitura e a Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS) inauguraram, ontem (22), o Centro Ambulatorial Universitário (CAU-USCS) nas dependências do Hospital São Caetano. “A Medicina é, na verdade, o contato direto do médico com os pacientes e este projeto vem atender a justamente isso. Este ambulatório deve ser um dos passos para termos uma Saúde melhor e ainda mais humanizada em São Caetano”, destacou o prefeito José Auricchio Júnior (PSDB).

O CAU-USCS atuará em convênio com a Secretaria Municipal de Saúde e tem como principal objetivo minimizar a demanda reprimida das 11 especialidades que serão atendidas: Infectologia, Urologia Geral, Cardiologia; Acupuntura, Ortopedia, Neurologia; Pediatria, Geriatria, Homeopatia, Clínica Médica e Planejamento Familiar e Sexologia.

“Hoje, com certeza, São Caetano ganha em qualidade de atendimento e humanização com este projeto de matriciamento, com a participação efetiva de agentes de saúde, especialistas e alunos”, afirmou Regina Maura Zetone, secretária de Saúde.

O convênio tem como pilar o projeto pioneiro de matriciamento, que são reuniões realizadas entre os profissionais da Atenção Básica (agentes de saúde), especialistas e 480 alunos de Medicina da USCS, do 5º ao 8º período. O matriciamento é uma triagem realizada junto aos pacientes, onde são identificados casos de maior complexidade e encaminhados para o CAU-USCS, com intuito de melhorar a resolutividade e contribuir para minimizar a demanda reprimida das áreas a serem atendidas.

O Centro Universitário Ambulatorial, dentro do Hospital São Caetano, conta com seis salas ambulatoriais: pré e pós-consulta de enfermagem, recepção e duas salas de reuniões. De forma efetiva, o CAU-USCS começará a atender pacientes a partir de amanhã (24). “Até agora, tem acontecido muito mais as reuniões de matriciamento nas Unidades Básicas de Saúde”, explicou Raquel Terezam, coordenadora ambulatorial do CAU-USCS.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*