Saúde e Beleza

Prefeitura de São Caetano faz apelo para que grupos prioritários se vacinem contra a gripe

A baixa cobertura vacinal pode trazer vários riscos, principalmente aos idosos e crianças, com aumento de casos de pneumonia e outras doenças respiratórias. Foto: Letícia Teixeira/PMSCS
A baixa cobertura vacinal pode trazer vários riscos, principalmente aos idosos e crianças, com aumento de casos de pneumonia e outras doenças respiratórias. Foto: Letícia Teixeira/PMSCS

Até quarta-feira (18) foram vacinadas 32.905 pessoas no município, 42,2% do público-alvo total.

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe (vírus influenza) registra baixa adesão dos grupos prioritários. Em São Caetano do Sul, a imunização, iniciada em março, ainda não atingiu a metade do público dos grupos prioritários, que totalizam 77.961 pessoas.

Na segunda-feira (17) teve início a última etapa da campanha, com a vacinação de caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, e adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas.

Até quarta-feira (18) foram vacinadas 32.905 pessoas, 42,2% do público-alvo total. Todas as Unidades Básicas de Saúde, além do Centro Policlínico Gentil Rstom e Centro de Especialidades Médicas, têm doses disponíveis para os grupos prioritários.

“A vacinação contra a gripe está muito aquém do desejável. A baixa cobertura vacinal pode trazer vários riscos, principalmente aos idosos e crianças, com aumento de casos de pneumonia e outras doenças respiratórias. Acabamos de atravessar um período grave, entre dezembro e janeiro, com aumento significativo de casos gripais. Precisamos nos cuidar”, ressalta a secretária de Saúde, Regina Maura Zetone.

A vacinação contra o vírus influenza é ainda mais importante neste momento, já que a proteção diminui a procura por unidades de Saúde. Além disso, favorece o diagnóstico mais preciso de casos de síndromes gripais e de covid-19.

A imunização dos públicos está bem abaixo da meta. Confira:

Crianças 6 meses a < 2 anos: meta 2.288 – 26,1% vacinadas

Crianças 2 a 4 anos: meta 4.337 – 28,3% vacinadas

Prof. Saúde: meta 11.535 – 52,1% vacinados

Gestantes: meta 1.144 – 13,4% vacinadas

Puérperas: meta 188 – 20,7% vacinadas

Idosos 60 anos ou mais: meta 39.211 – 59,7% vacinados

Comorbidades: meta 12.852 – 7,4% vacinadas

Pessoas com deficiência: meta 3.559 – 0,6% vacinadas

Professores: meta 2.846 – 17,5% vacinados

Total: 77.961 – 32.905 vacinados (42,2%)

As vacinas da gripe e covid-19 podem ser administradas simultaneamente, para pessoas acima de 12 anos. Abaixo desta idade, é preciso aguardar 15 dias. Os grupos prioritários da Campanha de Vacinação Contra a Gripe são cumulativos a cada etapa.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*