Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

Prefeitura de São Bernardo e FMABC vão remover tatuagem de adolescente

Tatuador e o amigo acusados da agressão foram transferidos do 3ºDP para a cadeia do município. Foto: Marcelo Gonçalves/Sigmapress/FolhapressA Prefeitura de São Bernardo informou ontem (12) que, em parceria com a Faculdade de Medicina do ABC, será disponibilizado todo o procedimento médico e cirúrgico para a remoção da tatuagem a que o adolescente de 17 anos foi submetido à força na última semana. O prefeito Orlando Morando (PSDB) entrou em contato com a mãe do adolescente para oferecer todo apoio da prefeitura.

O tio do adolescente, Vando Aparecido Rocha, disse que a família está feliz com todo apoio que estão recebendo. “Outra clínica também veio oferecer ajuda. Graças a Deus tem muita gente de bom coração”, disse.

O serviço de Laserterapia da FMABC agendará consulta inicial com o rapaz, a partir da qual será possível definir o tratamento mais adequado, o tipo de laser e o número de sessões para remoção da tatuagem. Todo o tratamento será feito sem custos para a família.

Na sexta-feira o tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 27, e seu vizinho, o pedreiro Ronildo Moreira de Araújo, 29, foram presos em flagrante e indiciados por tortura, após terem tatuado na testa de um garoto de 17 anos a frase “Eu sou ladrão e vacilão”. A tortura ao adolescente foi gravada com um celular e o vídeo circulou em grupos nas redes sociais.

Os agressores alegaram que era retaliação a uma suposta tentativa de furto de uma bicicleta. Ouvido, o jovem afirmou que apenas esbarrou no objeto. Já o proprietário da bicicleta não presenciou a cena.

O garoto, que não pode ter o nome divulgado por ser menor, passou por acompanhamento psicológico de conselheiros tutelares em atendimento no Centro de Apoio Psicossocial (Caps). Segundo a Prefeitura de São Bernardo, o adolescente realizou tratamento no Caps até setembro do ano passado. A instituição procurou o adolescente diversas vezes para retomar o tratamento, porém não teve sucesso.

A prefeitura afirmou que no período em que o menor frequentou a unidade, foi acompanhado por uma equipe multiprofissional composta por médicos, terapeutas ocupacionais, psicólogos, educadores físicos e monitores de oficina.

Contas

O caso ganhou grande repercussão e dividiu opiniões. Foram abertas contas para ajudar os jovens que estão presos e o adolescente. Duas contas foram abertas para arrecadar dinheiro na internet e ajudar os familiares de Maycon Wesley Carvalho e Ronildo Moreira, que foram transferidos nesta segunda-feira (12) para o CDP de São Bernardo.

As duas páginas já arrecadaram R$ 3.455 e tiveram 333 comentários. A maioria defendendo a atitude dos dois acusados. O tatuador e pedreiro estão sendo assistidos por defensores públicos. A reportagem não conseguiu contato com os advogados.

Também foi aberta vaquinha na internet para ajudar na remoção da tatuagem do adolescente – até ontem já tinha conseguido mais de R$ 18 mil. Parte será entregue para o dono da bicicleta, segundo organizadores.

Remoção

Segundo o dermatologista e chefe do setor de Laserterapia da Faculdade de Medicina do ABC, Simão Cohen, a remoção completa de uma tatuagem requer, em média, de 8 a 10 sessões de laser, feitas a cada 30 dias. “O clareamento da tatuagem é lento e gradativo. Apesar de termos hoje tecnologia e equipamentos de ponta, existem tatuagens impossíveis de serem removidas 100%, mas não são a maioria. Normalmente o resultado é bastante satisfatório”, explicou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*