Minha Cidade, Santo André, Sua região

Prefeitura de Santo André investiga morte de quatro macacos em parque

Vacina é a melhor forma de prevenir contra a febre amarela. Foto: Wilson Dias/Agência BrasilA Prefeitura de Santo André investiga se a morte de quatro macacos do minizoológico do Parque Cidade dos Meninos tem relação com a febre amarela. O Departamento de Vigilância à Saúde da cidade encaminhou os órgãos dos quatro animais para o Instituto Adolfo Lutz, ligado à gestão Geraldo Alckmin (PSDB). A previsão é que o laudo da necropsia saia em 15 dias úteis, contados a partir do dia 20 de fevereiro.

Além da necropsia, a prefeitura disse que foram feitos exames para confirmar se os animais estavam infectados com a doença. A pasta destacou que o resultado saiu no dia 23 de fevereiro e deu negativo para febre amarela.

A prefeitura informou que, para garantir a segurança dos moradores da região, realizou o bloqueio de criadouros nas proximidades do minizoológico e a nebulização no entorno do local, no raio de voo do mosquito, de 200 m.

Até agora, a cidade teve dois casos confirmados, ambos importados. Um dos registros foi o óbito de uma mulher de 28 anos. A jovem viajou para Capitólio, em Minas Gerais. O outro é de um homem de 57 anos, morador do bairro Alto de Santo André, que havia viajado para Santa Maria do Suaçuí, também em Minas Gerais.

Uma forma que os especialistas têm para saber quando ocorrerá um surto da doença é observando a ocorrência de mortes em macacos, animais que também podem contrair o vírus.

Prevenção

Uma das principais formas de prevenção é o combate aos mosquitos transmissores. No entanto, como este controle é extremamente difícil, principalmente em época de altas temperaturas e em locais próximos de mata, o ideal é a vacinação para todos que moram ou vão viajar para as áreas de risco.

Para quem vai viajar aos locais onde existem casos confirmados da doença, o esquema vacinal é indicado em duas doses, sendo o reforço depois de 10 anos. Após a primeira dose, em cerca de 10 dias a pessoa já tem proteção contra o vírus. Em princípio, somente se tem a doença uma vez na vida e essa pessoa adquire imunidade à enfermidade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*