Minha Cidade, São Bernardo do Campo, Sua região

Prefeitura de S.Bernardo zera casos autóctones de dengue

Kuroiw, Morando e Reple: “participação da população foi essencial para sucesso da campanha”. Foto: Gabriel Inamine/PMSBCTrês meses depois de lançar o programa “São Bernardo Contra a Dengue”, de maneira pioneira na região, a prefeitura apresentou ontem (18) balanço sobre os números da doença no município: zero ocorrências de casos autóctones e apenas seis importados de outras cidades, durante o verão. Em 2016, o município registrou 1.234 casos de arboviroses (dengue, zika e chikungunya), sendo 897 autóctones.

Durante apresentação dos números, o prefeito Orlando Morando (PSDB), o secretário da Saúde, Geraldo Reple, e o diretor do departamento de Vigilância Sanitária e Proteção à Saúde, Wagner Kuroiwa, atribuíram o sucesso da campanha ao trabalho dos agentes de setor realizado em parceria com a sociedade. “A participação da população foi essencial para o sucesso da campanha. Com o trabalho dos agentes, conseguimos conscientizar os munícipes de que a prevenção é o melhor caminho para evitar qualquer tipo de epidemia”, afirmou Morando.

O programa de combate à dengue disponibiliza mais de 1.000 profissionais da Saúde. Entre os meses de janeiro a abril, esse grupo realizou 295.940 visitas em diversos bairros do município. Nas abordagens, foram localizados e eliminados cerca de 365 mil focos da doença.

Com a chegada do inverno, a tendência é que os casos de dengue diminuam ainda mais por conta da baixa temperatura. Porém, a administração municipal continuará os trabalhos de prevenção. Todo o dinheiro economizado com as ações será investido na Saúde do município.

Crianças

Durante a apresentação do balanço foi destacada também a atuação junto às crianças do município. Foram entregues cerca de 200 mil formulários em diversas escolas, nos quais os alunos tinham como meta fiscalizar pelo menos três casas do bairro. No formulário, a criança analisava quantos possíveis focos de dengue existiam no imóvel e orientava os vizinhos sobre a forma correta de eliminá-los.

O secretário informou que a campanha contra a dengue de 2018 será iniciada ainda este ano. “Vamos começar a campanha a partir do mês de setembro. Temos um grande desafio e os resultados deste ano vão servir como meta para os próximos. Não podemos deixar a dengue dominar o nosso município e, por isso, o nosso principal objetivo é combater o mosquito e eliminar qualquer possível foco da doença”, destacou Reple.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*