Diadema, Minha Cidade, Sua região

Prefeitura de Diadema entrega moradias no Loteamento Novo Iguassu

Prefeitura entrega moradias no Loteamento Novo Iguassu
Loteamento recebeu redes de água, esgoto, drenagem, iluminação, pavimentação e outras melhorias. Foto: Marcos Luiz/PMD

A Prefeitura de Diadema entrega hoje (5) o Empreendimento Habitacional de Interesse Social (E.H.I.S.) Novo Iguassu, em parceria com o governo federal. O valor total do investimento é de R$ 8,62 milhões. Desse montante, o repasse federal é de R$ 4,88 milhões e o restante, contrapartida municipal. Serão entregues 83 sobrados populares, um Centro Comunitário, 11 Paineis de Arte Urbana (graffiti) e uma Horta Comunitária. No loteamento, que existe há 25 anos, já residem outras 91 famílias.

O E.H.I.S. Novo Iguassu é a primeira obra a ser inaugurada pelo Programa de Recuperação de Interesse Social (PRIS) no município. A outra intervenção do mesmo projeto é a urbanização do Sítio Joaninha, cujas obras estão em andamento. Ambos os loteamentos são localizados em Área de Proteção e Recuperação de Manancial – Billings, no bairro Eldorado.

“Isso é inédito. Pela primeira vez, na história da cidade, a prefeitura conseguiu recursos e licenciamento ambiental para executar obras de urbanização e regularização fundiária na região de mananciais”, destacou a secretária de Habitação e Desenvolvimento Urbano de Diadema, Regina Gonçalves. “Estamos concluindo apenas a primeira etapa das obras, que são as novas moradias e infraestrutura. Posteriormente, os moradores originais da área vão contar, ainda, com o benefício da regularização fundiária, além de investimento para melhorias habitacionais das casas que se encontram em condições precárias”, explicou.

Unidades habitacionais

Todas as 83 unidades assobradadas do Conjunto Novo Iguassu têm uma área de 50 m², aproximadamente. Os sobrados possuem sala, cozinha, lavanderia e quintal, no térreo, e dois dormitórios e banheiro, no piso superior. O empreendimento previu também três novas ruas, proporcionando novo sistema viário.

Das famílias beneficiárias, 55 delas já residiam no local e precisaram ser removidas da área para a liberação do terreno. Desde 2011, portanto, todos esses moradores receberam auxílio aluguel. Como parte da infraestrutura, a Sabesp implementou na área a Estação Elevatória de Esgoto. Com esse recurso, o esgotamento sanitário do novo empreendimento não polui a Billings.

Para a presidente da Associação dos Moradores do Loteamento Iguassu, Marivalda dos Santos Dias, o momento é de muita alegria. “Nossa comunidade tem cerca de 25 anos. Ao longo desse tempo tivemos de superar muitas dificuldades. Aqui não havia água encanada, luz, esgoto, iluminação pública nem serviço de Correio”, relembrou. “É um sonho ver todas essas melhorias chegando. Melhor ainda é saber que muitos outros benefícios vão chegar, como a regularização fundiária”, destacou Marivalda.

Um dos “novos” moradores do Conjunto Habitacional Novo Iguassu é o pedreiro e eletricista Francisco de Assis Oliveira. “Mesmo durante os seis anos em que fiquei recebendo o auxílio aluguel, continuei participando da luta por melhorias para nossa comunidade”, explicou. “Como já tenho 18 anos de Iguassu, posso afirmar que agora está ótimo. O pior já passou”, disse. “O próximo desafio é organizar nossa comunidade para preservar o que foi conquistado e reivindicar novos melhoramentos”, pontuou.

Investimentos

Nos últimos meses, a Prefeitura de Diadema entregou outras obras habitacionais de interesse social que incluem moradias e infraestrutura urbana. No Serraria foram construídas 77 moradias do Conjunto Habitacional Beira Rio e Morro do Samba. Nessa obra, o município, juntamente com o governo federal, investiu quase R$ 8 milhões. Já na região da Vila Nogueira foram investidos R$ 2,1 milhões do Fumapis (Fundo Municipal de Apoio à Habitação de Interesse Popular) na construção de 24 novas moradias no Novo Habitat.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*