Uncategorized

Prefeitura da Capital estuda internar pessoas com sintomas leves de covid-19

A Prefeitura de São Paulo deve mudar seu protocolo de atendimento na próxima semana e internar pacientes com sintomas leves de covid-19. Até hoje, quem apresentava esse tipo de quadro era mandado para casa com orientação para ficar isolado de seus familiares. Agora, segundo a prefeitura, deve ser encaminhado ao hospital de campanha do Anhembi, na zona norte.

A mudança se mostra necessária, segundo o secretário da Saúde, Edison Aparecido, porque a prefeitura constatou que há grande volume desses pacientes que voltam a procurar a Saúde, em um segundo atendimento na rede de atenção básica, já com quadro agravado de dificuldade respiratória, precisando de auxílio mecânico para respirar e de vagas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que estão próximas da lotação.

“O que estamos pensando é que a atenção básica (os postos de saúde dos bairros) vai receber esses pacientes e já transferir para o Anhembi. Lá, vão ser testados e vão ficar em observação”, afirmou o secretário.

Com a mudança, a prefeitura afirma que tenta evitar que os pacientes evoluam a ponto de precisar de UTI . Até a quinta-feira (16) a cidade contava com 161 leitos vagos de UTI e 230 ocupados. Na rede estadual, que dá apoio à rede da capital e das demais cidades da região metropolitana, há índice de ocupação de 70% dos leitos de UTI com pacientes da covid-19.

Além disso, a prefeitura afirmou que no hospital os pacientes ficam afastados do contato direto com familiares que também poderiam ser infectados pelo coronavírus, o que também reduziria a velocidade de propagação da doença. O tema será discutido no comitê da Se­cretaria Municipal da Saúde que acompanha o coronavírus. (

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*