Política-ABC, Sua região

Prefeitos eleitos pelo PSDB dizem que PT ‘traiu’ a população

Os prefeitos eleitos em São Bernardo e Santo André, Orlando Morando (PSDB) e Paulinho Serra (PSDB), respectivamente, adotaram discursos críticos ao PT semelhantes após o resultado das urnas, que confirmou a derrota da legenda em toda a região metropolitana do São Paulo – com exceção de Franco da Rocha. Para ambos os tucanos, o resultado dos pleitos municipais reflete o sentimento de descontentamento da população, que teria se sentido traída pelos governos petistas.

“O PT errou justamente por trair a confiança do eleitor. É um partido que foi construído com base em valores éticos e em uma gestão que seria com participação de todos, mas, na prática, não foi isso o que se verificou. Em Santo André não foi diferente”, afirmou Serra. O prefeito eleito reconheceu que parte de sua expressiva votação – a maior da história de Santo André – ocorreu devido à rejeição generalizada ao PT, mas não poupou críticas à gestão do atual prefeito Carlos Grana (PT). “Do ponto de vista orçamentária foi desastroso e levou a mossa cidade a uma situação crítica”, afirmou.

Para o tucano, o desafio será corresponder ao que chamou de “tsunami de expectativas”, causado pela guinada tucana na região. “A gente vai ter que corresponder. Temos que colocar o pé no chão e a casa em ordem, fazendo uma gestão austera”, completou.

Correligionário do Paulinho, Orlando Morando também atribuiu o desempenho do PSDB na região à frustração do eleitorado em relação aos governos petistas. “O PT ganhou expressão política nacional porque representava os trabalhadores, mas se tornou o partido que mais gerou desemprego. A população entendeu que quem representa o oposto disso é o PSDB. Além disso, a má gestão do prefeito Luiz Marinho (PT) ajudou a piorar o cenário. Temos uma grande missão de reconstruir”, destacou.

Novos modelos 

De carona da chamada “onda Dória” tanto Paulinho quanto Orlando veem semelhanças entre seus projetos e o do prefeito eleito na Capital João Dória (PSDB). Morando relacionou sua trajetória pessoal e política à de Dória e destacou proximidade entre os modelos de gestão propostos para São Paulo e São Bernardo. “Somos parecidos no aspecto de modelo. Somos empresários, com história de vida dura. Assim como eu, ele também levou a eleição porque ofereceu um novo modelo”, disse.

Para Paulinho, a vitória da oposição ao PT na região e proximidade de agendas entre os candidatos eleitos deverá facilitar a implementação de políticas regionais nos próximos anos. “Temos hoje prefeitos eleitos na região de uma mesma geração. São prefeitos novos e com visão de gestão modernas”, disse. “Temos problemas regionais e as cidades são totalmente ligadas, não têm divisa. Problemas como segurança, enchente e até na saúde são regionais. Temos amizades, muitos começamos juntos como vereadores e isso só vai ajudar porque o diálogo fica mais fácil e as tratativas mais transparentes”, completou.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*