Política-ABC, São Bernardo do Campo, Sua região

Pré-candidato a vereador em São Bernardo, Diego Cano Freitas afirma que as redes sociais mudaram a política

Pré-candidato, Diego Cano Freitas afirma que as redes sociais mudaram a política
Freitas: “acredito que São Bernardo merece mais”. Foto: Divulgação

Do PL, o pré-candidato a vereador em São Bernardo Diego Cano Freitas afirmou, em entrevista ao Diário Regional, que a classe política tem sido muito criminalizada por culpa dela mesmo e fez análise do cenário político no município e em nível estadual e federal

O senhor é advogado. Como pretende conciliar a profissão e a política?

Legalmente não tem nenhum problema. Posso exercer a advocacia e estar vereador sem vedações. Nossa Câmara é exemplo disso. Toda legislatura, ao menos um vereador é advogado. Entretanto, sei que atividade de vereador vai exigir muito de mim. Graças a Deus, tenho um sócio e uma equipe no escritório que dão conta do recado sem eu estar tão presente e o dia a dia lá seguirá muito bem.

Como o senhor analisa o atual cenário da política nacional?

Vivemos tempos muito difíceis por conta da pandemia do coronavírus. Acho que o governo federal, como um todo, entre erros e acertos tem enfrentado toda essa crise buscando saídas na área da saúde e economia, mais por conta dos técnicos do que pela liderança do presidente (Jair Bolsonaro/sem partido).

A política estadual…

Por muito tempo fui crítico do atual governador (João Doria/PSDB), mas reconheço que neste momento ele tem reagido bem diante de toda essa crise. Tem mostrado resultados.

Como analisa o cenário da política municipal?

A atual gestão da nossa cidade tem deixado muito a desejar. A cidade foi manchete, meses a fio, por questões de corrupção. Nas obras, em sua grande maioria, o prefeito apenas terminou o que estava avançado. A zeladoria, bem, basta andar pelas ruas da cidade em todos os bairros. A saúde deixou e deixa muito a desejar, embora tenha infraestrutura ótima, quem cuida de pessoas são médicos, não prédios. Acredito que São Bernardo merece mais.

O senhor está filiado no PL, que compõe o arco de alianças do prefeiturável Luiz Marinho (PT). Por que?

Nosso grupo sempre teve clareza de não caminhar com prefeito Orlando Morando (PSDB). É unânime que desaprovamos a forma com que nossa cidade vem sendo administrada.  A escolha pelo PL foi natural dentro do que todos pensamos.

Como o senhor analisa a questão das redes sociais na política?

As redes sociais mudaram totalmente nossas vidas e, na política, não seria diferente. Nossa pré-candidatura é composta de pessoas que acreditam em uma forma diferente de fazer política. Não temos muito recursos. Portanto, as redes sociais serão fundamentais para dialogarmos com os cidadãos e cidadãs. Sendo vitoriosos, como creio que seremos, serão os principais canais de comunicação com o munícipe.

São Bernardo tem 409,5 km², quase 1 milhão de habitantes o vereador e a assessoria não conseguem estar em todos lugares, a rede social encurta isso, o cidadão tira foto e na mesma hora marca o perfil na rede social.

Como combater as fake news?

Com muita informação e esclarecimento. Eu, por exemplo, quando recebo alguma informação que me deixa em dúvida, checo em diversas fontes, sendo verdadeiras as repasso.

Quais bandeiras pretende defender na futura campanha e caso eleito na Câmara?

A atuação do vereador, infelizmente, é muito limitada. Essa limitação imposta pela Constituição Federal engessa a atividade parlamentar. As pessoas, no geral, não entendem que muitos dos anseios não são respondidos, não por falta de vontade, mas pela própria lei. Costumo dizer que nosso compromisso é com a família e a dedicação com o município, pois entendo que a cidade começa em casa. Ou seja, as políticas adotadas no município devem impactar diretamente na vida das pessoas.

Nossa atividade de legislar e fiscalizar as ações do Executivo serão principalmente nas áreas da saúde, segurança e educação.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*