Política-ABC, Regional, Sua região

PPS projeta três nomes para deputado estadual do ABC

Vereadores Julinho Fuzari (São Bernardo) e Marcel Munhoz (São Caetano) estão entre os cotados. Fotos: ArquivoO presidente estadual do PPS, deputado federal Alex Manente, afirmou que o partido pretende lançar no ABC pelo menos três candidatos à Assembleia Legislativa. Os postulantes devem ser alguns dos vereadores mais votados – a legenda elegeu 14 parlamentares e só não conquistou cadeira no Legislativo de Rio Grande da Serra.

“Devemos ter duas ou três candidaturas para deputado estadual e deve indicar a nossa candidatura para renovação de mandato como deputado federal. Tivemos vereadores mais votados em várias cidades, candidatos a prefeito, acho que São Bernardo deve ter uma candidatura, por ser uma cidade onde o PPS tem uma presença já histórica”, afirmou.

O deputado destacou que São Caetano também tem condições de ter um candidato, assim como a legenda aguarda a definição sobre a possibilidade de Edinaldo Menezes, o Dedé da Folha, ser postulante, uma vez que foi condenado pela Justiça Eleitoral e se tornou inelegível em maio. O político aguarda julgamento de recurso.

Disputa

Apesar de não haver definições oficiais, os nomes cotados em São Bernardo e São Caetano são dos vereadores Julinho Fuzari e Marcel Munhoz, respectivamente. Os dois figuram entre os mais votados em suas cidades, tendo Fuzari ficado em segundo lugar, com 7.252 votos, e Munhoz o que obteve mais votos entre os eleitos, 2.999.

Julinho Fuzari confirma sua disposição em participar do pleito em 2018, mas ressalta que é preciso aguardar o desfecho da reforma política que vem sendo debatida na Câmara dos Deputados, em Brasília. “Isso é muito importante para que a gente possa traçar um plano de estratégia. Se algumas ideias que estão aí muito fortes, como por exemplo, o distritão for aprovado, acredito que estaria inviabilizada a possibilidade de três candidaturas a estadual pelo PPS no ABC”, pontuou.

”Tive uma votação muito expressiva na última eleição. Fui um dos três vereadores mais votados de toda região e me sinto pronto. Estou presidindo o partido já há um bom tempo acho que correspondo a todos os pré-requisitos”, declarou. “É claro que precisamos construir e espero que o PPS consiga construir unidade, acho que seria o mais importante, tendo apenas uma candidatura para o ABC”, completou.
O

parlamentar entende que em caso de aprovação do modelo de distritão – em que o candidato mais votado é eleito, desconsiderando o quociente eleitoral – mais de uma candidatura pulveriza os votos. “Vou trabalhar por uma unidade, para não perdermos a chance de ter um deputado estadual do PPS pelo ABC. Ainda que não seja aprovado esse modelo, no máximo duas candidaturas me parece o ideal”, destacou.

Marcel Munhoz, que foi o vereador mais votado em São Caetano e que teve o dobro de votos em 2016 na comparação com 2012, também está confiante que pode ser um dos representantes do PPS na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa. “Tenho interesse em tentar e estou trabalhando para isso, fazendo algumas articulações e a intenção é de uma dobradinha com o Alex”, declarou. “Tenho um grupo que me apoia na cidade e espero ser o escolhido”, concluiu.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*