Esportes, Futebol

Pouco tempo desafia Wilson Junior no São Bernardo antes da Série A2

Pouco tempo desafia Wilson Junior no S.Bernardo
Wilson Junior: “elenco tem muita qualidade e os parceiros são muito profissionais”. Foto: Divulgação/SBFC

O tempo curto para treina­mentos é um dos principais obstáculos do técnico Wilson Júnior em sua volta ao São Bernardo para a disputa do Campeonato Paulista da Série A2.

Juntamente com o treinador retornam o auxiliar Renato Peixe e o preparador físico Deivid Marques, que haviam se transferido para o Nacional no final de outubro, mas voltam ao Tigre pouco mais de dois meses depois.

“Realmente o tempo é bastante curto. Teremos esse desafio, mas o elenco tem muita qualidade e o São Bernardo e os parceiros são muito profissionais. Nosso foco é traba­lhar muito forte com os atletas para o time estar pronto na estreia”, destacou o treinador.

A estreia do São Bernardo na Série A2 ocorre no dia 20 de janeiro, diante da Portuguesa, no Canindé.

A comissão técnica havia aceitado convite da empresa Elenko Sports, do empresário Fernando Garcia, com a qual o Nacional havia estabelecido parceria para a disputa da A2. Porém, o acordo foi desfeito e a empresa fechou nova parceria, desta vez com o Tigre, válida inicialmente para o Estadual.

Dentro dos termos do novo parceiro estava justamente o retorno da comissão técnica, que acabou deixando o Tigre ao final da disputa da Copa Paulista em função de proposta financeira com a qual o São Bernardo não poderia competir. Com o parceiro também chegam 12 jogadores que estavam no Nacional.

Com isso, o técnico Alberto Felix, que havia sido contra­tado para a disputada da Série A2, deixa o comando do time.

“O São Bernardo é um clube pelo qual tenho enorme carinho. Saí daqui de forma muito amigável. Sempre que volto, faço com muita alegria. Sou de São Bernardo, mas não imaginava que voltaria tão rápido”, brincou o treinador em seu retorno, ontem.

CONHECIDOS

Se o tempo de treinos é curto, por outro lado, Wilson Junior conhece boa parte do elenco. “Volto muito feliz para cá. Temos certa vantagem por conhecer praticamente todo o elenco. De todos os jogadores que estão no São Bernardo eu não tive a oportunidade de traba­lhar apenas com o Francisco Alex.”

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*