Economia, Notícias

Possível vacina contra novo coronavírus anima mercado

Possível vacina contra novo coronavírus anima mercado
Bolsa de São Paulo avançou 4,69%, enquanto o dólar caiu 2,03% e fechou em R$ 5,72. Foto: Arquivo

O mercado brasileiro teve um dia de ganhos ontem (18) impulsionado pela possível descoberta de uma vacina con­tra o novo coronavírus. A Bol­sa de Valores de São Paulo, a B3, encerrou com ganho de 4,69% aos 81.194,29 pontos, no maior ganho porcentual desde 6 de abril. O dólar, por sua vez, recuou 2,03% e fechou cotado a R$ 5,721, me­nor valor desde 29 de abril.

A descoberta foi feita pela empresa de biotecnologia e far­macêutica Moderna, na Ca­lifórnia, Estados Unidos. Os testes, já conduzidos em 45 pessoas, trouxeram resultados “seguros e eficazes”, segundo a empresa. Os ânimos ficaram ainda mais exaltados após o presidente norte-americano, Donald Trump, dizer que “gran­des anúncios estão por vir”.

Entre as empresas que mais ganharam estão Vale, com alta de 6,68%; Gerdau PN, que avançou 8,24%, e Petrobras ON, com aumento de 9,72%. O resultado chega em bom momento, já que a estatal e as empresas Suzano, Azul e JBS registraram no primeiro trimestre alguns dos maiores prejuízos da história.

CÂMBIO

Ainda que com ímpeto me­nor do que o observado na Bolsa, o real também teve dia de valorização e alívio. O dólar, que abriu os negócios cotado a R$ 5,7806, alta de 1%, chegou a subir para a máxima de R$ 5,8001, antes de cair abaixo dos R$ 5,70. Com isso, considerando ou­tras 34 moedas emergentes, o real teve ontem o melhor desempenho em relação à moeda norte-americana.

Apenas neste ano, a valorização do dólar ante o real está em 42,59%. O recorde nominal, quando não se desconta a inflação, é de R$ 5,9718. Nas casas de câmbio, de acordo com levantamento do Esta­dão/Broadcast, o dólar turis­mo é vendido perto de R$ 6. Já o dólar para junho fechou a 5,7260, uma alta de 2,30%.

BOLSAS

Com os investidores acompanhando os esforços de epicentros do coronavírus – incluindo Itália, Espanha e Nova York – de reabrir suas economias após longo período de paralisação das atividades, o plano de € 500 bilhões anunciado por Alemanha e França para o combate aos efeitos da pandemia também contribuiu para um dia de alta no mercado acionário europeu.

“Esse fundo da Alemanha e França é muito importante para manutenção da zona do euro, especialmente depois de a Justiça alemã ter proibido compra de ativos”, observou Alvaro Bandeira, economista-chefe do Modalmais.

As Bolsas europeias fe­cha­ram o pregão de ontem em alta. A Bolsa de Londres subiu 4,29%, a de Frankfurt avançou 5,67% e a de Paris se valorizou 5,16%. Em Milão, Madri e Lisboa, os ganhos foram de 3,26%, 4,70% e 4,62%, res­pectivamente.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*