Economia, Notícias

Por Previdência, Guedes quer prensa no Congresso e Bolsonaro, ‘o que a gente conseguir aprovar’

Por Previdência, Guedes quer prensa no Congresso e Bolsonaro, "a que a gente pode aprovar"
Bolsonaro esteve no Congresso para a comemoração dos 30 anos da Constituição. Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O futuro ministro da Economia de Jair Bolsonaro (PSL), Paulo Guedes, defendeu nesta terça-feira (6) uma prensa no Congresso Nacional para que o atual texto da reforma da Previdência seja aprovado até o fim deste ano.

Em sua primeira visita a Brasília após a vitória, o presidente eleito e sua equipe econômica travaram uma queda de braço declaratória com membros do Congresso sobre o prosseguimento das mudanças na aposentadoria.

“O presidente tem os votos populares, e o Congresso, a capacidade de aprovar ou não. Prensa neles. Se perguntar para o futuro ministro, ele está dizendo ‘prensa neles’, pede a reforma, é bom para todo mundo”, afirmou Guedes.

O futuro ministro se reuniu à tarde com o atual chefe da pasta da Fazenda, Eduardo Guardia.

Parlamentares, no entanto, disseram ver dificuldades na aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) ainda nesta legislatura e reagiram mal às declarações de Guedes.

“Na minha cabeça hoje tem Previdência, Previdência, Previdência. Por favor, classe política nos ajude a aprovar a reforma, nos ajudem a fazer isso rápido”, disse o futuro ministro.

Guedes disse ainda que a aprovação da reforma ainda neste ano seria excelente para o país e “um belo encerramento para o governo (Michel) Temer”.

Bolsonaro, que esteve no Congresso para a comemoração dos 30 anos da Constituição e foi ao Ministério da Defesa, confirmou que tratará da aprovação da reforma com Temer em reunião marcada para quarta-feira (7) no Palácio do Planalto.

“Tem de sair (alguma aprovação neste ano). Gostaríamos que saísse alguma coisa. Não é o que nós queremos ou o que a equipe econômica quer, mas o que a gente pode aprovar na Câmara ou no Senado”, afirmou.

Falta, porém, articulação política. Questionado sobre a declaração de Guedes sobre a prensa no Congresso, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), riu. O emedebista já havia afirmado que a reforma deve ser debatida apenas no próximo governo.

O presidente o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também não vê condições políticas para aprovação da reforma. “Acho muito difícil, com prensa ou sem prensa.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*