Esportes, Futebol

Por novas vagas na Libertadores de 2017, Corinthians tenta voltar a vencer no Brasileiro

Guilherme Arana: “vamos brigar pela vaga nos dois jeitos”. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

A péssima campanha do Corinthians no segundo turno do Campeonato Brasileiro deixou fora do alcance a possibilidade de disputar o título. O que restou foi brigar por vaga na Copa Libertadores, e até isso era meta considerada distante.

Não é mais. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) ampliou a competição e deu mais duas vagas ao Brasil. Assim, o G-4 virou G-6 e a equipe alvinegra se viu novamente na briga.

O recado, então, foi dado pelo presidente Roberto de Andrade: a classificação é obrigação. Seja com uma das primeiras posições do Brasileiro, seja com o título da Copa do Brasil, o Corinthians precisa dar um jeito de obter sua vaga na Libertadores.

A mensagem foi recebida pelos jogadores, que repetiram o discurso do dirigente e passaram a tratar como obrigatória a participação na disputa continental de 2017.

“O Corinthians é um time grande que sempre briga por coisas altas. É obrigação, sim, a classificação para a Libertadores. Temos vantagem na Copa do Brasil e vamos buscar a classificação dos dois jeitos”, disse Guilherme Arana.

No Nacional de pontos corridos, o time está em sétimo, um ponto atrás do sexto. No mata-mata da Copa do Brasil – competição que dá vaga na Libertadores ao campeão – abriu o confronto com o Cruzeiro, pelas quartas de final, triunfando por 2 a 1 em Itaquera. O jogo de volta será no dia 19, no Mineirão.

“Não vai ser fácil, mas a gente sabe que tem plantel para conquistar a Copa do Brasil e entrar na zona de classificação pelo Campeonato Brasileiro”, disse o meia-atacante Marlone.

O treino de ontem foi disputado apenas pelos reservas. Fábio Carille observou alternativas e viu Gustavo marcar dois gols. O centroavante é o provável substituto de Romero, que está a serviço da seleção paraguaia.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*