Últimas Notícias

PM morre em queda de helicóptero na Baía de Guanabara

Um helicóptero da Polícia Militar do Rio de Janeiro caiu na Baía de Guanabara na manhã desta segunda (14), próximo à Ilha do Governador, na zona norte da capital fluminense. Um dos quatro policiais militares que estavam a bordo morreu.

Segundo a corporação, os agentes sobrevoavam a região para reforçar o patrulhamento da Linha Vermelha, via expressa que cruza a cidade, quando houve a necessidade de fazer um pouso forçado na água. Não se sabe o motivo.

Os quatro foram resgatados e socorridos pelo Grupamento Aeromóvel da PM (GAM) e pelo Corpo de Bombeiros, que os encaminharam para o Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio (centro).

O sargento Felipe Marques de Queiroz, 37, havia ficado preso na cabine da aeronave, submerso, e passou por cerca de 20 minutos de reanimação cardíaca no chão, à beira da água, mas não resistiu. Ele estava na corporação desde 2005 e deixa a mulher e três filhos. Os outros três PMs estão fora de perigo, mas dois tiveram fraturas nas pernas.

A aeronave era o Fênix 08, um helicóptero leve, modelo H350 BA, que segundo a Secretaria de Polícia Militar estava com a manutenção regularizada. A ocorrência está sendo apurada pelo Cenipa, órgão da Aeronáutica responsável por investigar acidentes aeronáuticos, com acompanhamento do Centro de Criminalística da PM.

“A conclusão de qualquer investigação conduzida pelo Cenipa terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade do acidente”, informou a Aeronáutica.

À tarde, o governador do RJ, Wilson Witzel (PSC), divulgou uma nota de pesar pela morte de Queiroz. “É mais um herói que deu sua vida em defesa da população do estado do Rio de Janeiro. Que Deus o abençoe e o acolha”, disse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*