Política-ABC, Santo André, Sua região

Plenária ‘motivacional’ de Grana reúne 1,2 mil no Primeiro de Maio

Grana pregou empenho total na reta final da campanha. Foto: Divulgação

Em plenária realizada ontem (26) no Clube Primeiro de Maio, o prefeito de Santo André e candidato à reeleição, Carlos Grana (PT), defendeu a intensificação da campanha na região central da cidade durante os próximos quatro dias – os últimos de atividades eleitorais. Reunido com militância e lideranças dos 11 partidos que orbitam sua candidatura, o petista também atacou seus adversários e, em tom motivacional, cobrou agenda “mais vermelha” dos candidatos a vereador pela coligação.

Cerca de 1,2 mil pessoas participaram do encontro, segundo a organização. “Que­ro uma campanha mais vermelha, com mais suor, sangue e dedicação. Estamos bem nos bairros, mas precisamos estar no Centro nesta semana, que é decisiva. Tentam esmorecer nosso trabalho e partido, mas sou como massa de pão: quanto mais batem, mais cresço”, discursou Grana.

Membro da coordenação de campanha do petista, o ex-secretário de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos Carlos Sanches, o Carlão, defendeu a supressão do horário de almoço de funcionários de campanha e a ampliação de “bandeiraços” na região central. “Falta pouquinho para a gente chegar na frente, e é nesses dias que temos de dar tudo para chegar ao segundo turno. Temos de focar no Centro, mas com a campanha sempre na legalidade”, disse.

Em sua fala, Grana também cobrou empenho dos candidatos para renovação do Legislativo e fortalecimento de sua base, em um eventual segundo mandato. “Quando assumi a prefeitura só tínhamos eleito seis em nossa coligação e é um perrengue. Há uma cambada de vereadores que não valem nada e precisamos mudar isso”, disse.

Grana também aproveitou para provocar adversário, inflando o público presente. “Participei de debate nesta semana e digo que Santo André não merece meus adversários no governo. Um deles já perdeu para mim e vai perder de novo. Outros dois até ontem falavam ‘sim, senhor’ para mim e agora inventaram de ser candidatos”, disse, em referência aos ex-secretários Paulinho Serra (PSDB) e Raimundo Salles (PPS).

Licenciado 

A expectativa é de que Grana também intensifique sua agenda durante a reta final de campanha, com maior presença nos bairros. Na semana passada, o prefeito afastou-se do posto para se dedicar às atividades eleitorais, sendo substituído pela vice-prefeita Oswana Fameli (PMB), candidata à reeleição na chapa encabeçada pelo petista. “Essa é eleição mais de nicho da história. Agora é a hora decisiva, de empenho total. É a hora de puxar a agenda e correr atrás”, enfatizou. Após a plenária, Grana participou de jantar no Estação Jardim, para arrecadação de fundos de campanha.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*