Política-ABC, Santo André, Sua região

Petista responsabiliza Paulo Serra por confusão com secretária

Bezerra pretende processar secretária por danos morais. Foto: Divulgação O vereador de Santo André Willians Bezerra (PT) convocou coletiva de imprensa para dar sua versão dos fatos ocorridos na última quinta-feira (24), que culminou com a secretária de Saúde da cidade, Ana Paula Penã Dias, fazendo um boletim de ocorrência por injúria e ameaça. Segundo o parlamentar, o responsável pela confusão é o prefeito Paulo Serra (PSDB). “Deveria ter vindo aqui explicar essas reformas. Gastou muito dinheiro nesse primeiro semestre com propaganda e o que deveria ter feito, não fez”, afirmou.

O petista refere-se ao fechamento de sete unidades de saúde, no início do mês, sob alegação de que passariam por reformas, dentro do programa Qualisaúde, que prevê séries de medidas para requalificar o atendimento na rede de saúde da cidade. Segundo o parlamentar, após o fechamento das unidades, cerca de 150 funcionários da Fundação ABC que prestavam serviço em Santo André foram demitidos.

“(O prefeito) não consegue prestar esclarecimentos. Começou falando que era uma reforma, depois uma revitalização e agora tem 30 dias e nada acontece. Se era reforma, as pessoas seriam deslocadas para outras unidades. Sete unidades foram fechadas e dois ou três dias depois essas pessoas foram demitidas. A conta não fecha e não conseguem uma explicação logica”, completou.

Bezerra negou novamente que tenha agredido a secretária. “Assisti a todos os vídeos e não consegui ver (agressão). O vídeo mostra claramente que ela saiu escoltada pelos guardas”, afirmou. “Vim no começo da reunião até a sala e pedi para a reunião acontecer no plenário e os vereadores disseram que seria a portas fechadas. Expliquei para as pessoas que a secretária se negava a fazer a reunião em público e eles queriam falar com ela, por isso os manifestantes foram até o local”, declarou.

O vereador pretende processar a secretária por danos morais. “Estou terminando de organizar os vídeos. A forma como ela tentou se vitimizar, mobilizou toda a estrutura da prefeitura para isso e não a agredi de forma nenhuma como alguns jornais colocaram”, declarou.

Desagravo

A Prefeitura de Santo André realizou na tarde de quinta-feira (24) ato de desagravo pela agressão sofrida pela secretária de Saúde. “Sou neurologista, poderia retomar minha vida, atendendo confortavelmente no meu consultório e lecionando na faculdade de medicina. Não sou política, mas aceitei o convite do prefeito e acredito nesse projeto. Então, não vou parar meu trabalho, em nome das pessoas que fazem parte da minha equipe, que estão do meu lado e em nome da luta para que a mulher ocupe cada vez mais o lugar que ela quiser”, afirmou a secretária.

A agressão foi considerada pelo governo uma violência contra a mulher, uma vez que não foi questionado o projeto do Executivo, mas sim a moral e integridade da secretária, enquanto ela estava trabalhando. “Hoje foi um dia muito triste para Santo André. É de se lamentar que um local, onde deveria criar e aplicar as leis tenha servido de palco para descumprir uma lei. Violência contra a mulher é grave, muito grave. É difícil de acreditar que isso tenha acontecido numa casa de leis num município do tamanho do nosso”, declarou o prefeito Paulo Serra (PSDB).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*